Legacy of Peace

 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 História Aya ( resgate do jeremy)

Ir em baixo 
AutorMensagem
kari
level 1
level 1
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 12/11/2009
Idade : 30

MensagemAssunto: História Aya ( resgate do jeremy)   Sab Mar 06, 2010 8:08 pm

Narrador: “Numa ilha situada nos limites do mundo Legacy preserva-se uma antiga tribo dos lobos brancos do Sul. Contam que eles foram uma dos primeiros habitantes do mundo, a tribo tem muitos costumes próprios e por viverem exclusos somente têm “algumas” teorias sobre o mundo “externo”.

Muitos animais selvagens como urso, corujas, tigres vivem em paz com os neokominis, daquela região, o único “contato” mantido entre eles e o continente provém de outra tribo dos lobos brancos do Norte que trouxeram muita informação sobre o “mundo atual” durante os seis anos em que as tribos começaram a se “relacionar”.

A história começa quando uma jovem e promissora caçadora neokomini vai ao encontro do seu avô para anunciar o retorno dos vistantes da tribo do Norte. Era uma bela manhã de primavera, onde ainda havia vestígios do rígido inverno que acabaou.
O senhor baixo com aparência séria encontrava-se sentado no meio da tenda, várias essências e velas estavam ao seu redor, um cajado repousava a sua frente, como se estivesse ocorrendo uma cerimônia silenciosa. O chefe da tribo meditava para adquirir a sabedoria necessária para guiar seus semelhantes e entender a si próprio, normalmente esse estado de “repouso” era feito de 4 a 5 horas por dia, eles acreditavam que era pela devoção dele que a harmonia da tribo permanecia.
A garota, neta do chefe, era uma das únicas que tinha permissão para interrompê-lo nesse estado, isso é claro, se a situação permitisse. Porém Aya nunca foi muito reverente nesses aspectos, e sem pensar muito entrou em disparada na tenda".

Aya -Vô! Eles retornaram! A tribo do Norte! E trouxeram lembranças! – diz a garota exasperada- Vamos não os deixe esperando!Eu vi um pacote imenso que o kouga trouxe eu quero saber o que é !

Narrador: “O senhor lentamente abriu os olhos e acenou para neta, aquela calmaria e lentidão para Aya nunca fizeram realmente sentindo".

Kiron – Aya, sua exasperação é desnecessária e fútil, apesar de ser visível sua empolgação pelo retorno de nossos amigos, você deve se comportar como a figura que é.- diz lentamente.
Aya- Sim... A figura que sou... -respondeu automaticamente-... Então... Vamos?- indaga alegremente.

Kiron a olhou por um momento e começou a rir, ele se divertia com a atitude da neta por que tambem fora um jovem muito impulsivo, ele literalmente se via em Aya.

Kiron – Vamos...- respondeu *levantando-se e apoiando-se no cajado* que a agora segurava-se firmemente para servir de apoio para o velho.

Narrador: “Segundo a tradição todos que pertencem à família do chefe da tribo teria um papel de extrema importância religiosa, pois eles eram responsáveis pela mediação da tribo e do “chefe”, seriam como sarcedotes. Aya não gostava nem um pouco do seu “papel”, mas também nunca recusara qualquer obrigação imposta por ele.

Acompanhando o passo do avô Aya se dirigia para fora da tenda, onde os visitantes já aguardavam o chefe juntamente com boa parte da tribo. Como a tradição primeiramente as tribos reverenciavam os chefes ajoelhando-se, logo em sinal de respeito a tribo do norte fechavam as mãos e batiam três vezes no peito para dar as boas vindas aos visitantes que se levantavam com postura impecável aguardando o pronunciamento de Kiron".

Kiron – É uma enorme honra te-los aqui novamente, sejam bem-vindos, enquanto estiverem aqui comam e bebam a vontade – dizia*levantando o cajado para o alto*-Só peço que como sempre respeitem nossas velhas tradições e tratem nossos habitantes como tratam a si mesmos com dignidade, tolerância e respeito.

Narrador: “Como costume os sarcedotes também desejavam as boas vindas, isso incluía Aya que se limitou em agradecer novamente a presença deles e todos se reuniam para uma grande festança numa fogueira montada pela mescla das duas tribos.
Não muito depois o representante da tribo do Norte já distribuía os presentes trazidos dos continentes para toda tribo, eles presentearam com os mais diversos objetos, colares, tecidos, doces, brinquedos e tudo o mais que fosse de alguma utilidade. Ao chefe foi dado um presente artesanal, já que o mesmo não poderia ostentar riqueza e para Aya um Mp3, apesar dela mesma não saber exatamente o que seria isso.

Depois de anoitecer grande parte da tribo já estava dispersa e Aya vai ao encontro do seu amigo de infância Kouga que não via já há uns dois meses.

Ele era um pouco mais alto que ela, tinha músculos definidos, olhos brancos e o cabelo castanho era preso num rabo de cavalo, no aspecto geral, de qualquer forma que se visse ele era um do neokomini mais atraentes que já havia conhecido em toda a vida.
Em questão de personalidade ele era sem dúvida inteligente, ágil, autoconfiante, porém Irrita-se facilmente, inquieto( assim como Aya)e briguento".

Aya – Kouga!-*diz*se aproximando e abraçando o lobo*

OFF

( a continuação será feita em breve...) Onion 20
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
História Aya ( resgate do jeremy)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» As belas histórias dos PAPAS! (Santos Padres)
» A história do Papado - O que está por trás...
» Histórico do Estado do Rio de Janeiro
» A Verdadeira História de Jesus Cristo - Contestado!
» Livro: Flavio Josefo – História dos Hebreus

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Histórias solo :: Aya-
Ir para: