Legacy of Peace

 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 História de todos

Ir em baixo 
AutorMensagem
kirx
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 489
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 37

MensagemAssunto: História de todos   Seg Dez 21, 2009 4:55 pm

Olá pessoal, enquanto a história principal não começa aqui no fórum, e pra que ele não fique sem nenhuma atualização de ninguém, vamos brincar um pouco, afim de desenvolver a criatividade dos participantes aqui do fórum, tanto para idéias para suas próprias histórias solos como também no desenvolvimento do que iremos fazer aqui.

Vou começar contando uma história e cada um que for entrando e passando por aqui, vai completando-a deixando uma brexa para uma próxima pessoa continuar, evitando estender demais no seu texto e claro mantendo a ordem dos fatos e seguindo uma lógica dentro do que está sendo escrito.

Não teremos ordem de postagem, simplesmente quem estiver por aqui pode ir completando a história
vamos ver onde conseguimos chegar.

Vamos seguir as regras de escrita postadas pela Thay no tópico " COMO FAZER "
segue o link para quem não viu :

http://legacyofpeace.forumeiros.com/como-fazer-f8/padrao-de-escrita-t15.htm

Quaisquer duvidas, sugestões, ou alterações no texto falem/discutam/comentem no tópico BATE-PAPO
não interrompam a história neste tópico ok ?




Um detalhe, vamos tomar cuidado com erros de português e claro manter o nível galera, sem palavrões, putaria ou crianças dentro do armário ok ? ^^


Vamos lá !!

==================================================================



Cidade de Bringstom
Segunda Feira 20:00 hs



Narrador : "Uma leve brisa sopra pela cidade de Bringstom, mais um dia estava se acabando, porém o movimento ainda era intenso naquela cidade que demorava para dormir. Tudo funcionava naquele momento, lojas, bares, shoppings tudo ainda estava aberto e funcionava intensamente, pareciam estar trabalhando desesperadamente ora tentando ocupar seu tempo com alguma coisa, ora para fazer com que aquela cidade continuasse a ser a grande Metrópole de todo o estado.

Dipe havia terminado suas aulas, e se encaminha para casa, desce do ônibus e agora caminha os poucos metros que falta para chegar no quarteirão do seu bairro, ao fundo sons de buzina, carros acelerando, pessoas conversando, comentando sobre o seu dia, algumas gargalhavam e muitas outras reclamavam.
Para se afastar um pouco de toda aquela bagunça, Dipe muda a rota do seu caminho de modo que fosse por um lugar menos movimentado e mais tranquilo de se caminhar."

Dipe : < ufa! por aqui está bem melhor, bem mais calmo e poucas pessoas pela rua, aquele barulho todo com o tempo me extressa..uhh !! >

Narrador : "Dipe segue caminhando pelas ruas, quando de repente as luzes começam a piscar ameaçando se apagar, algumas piscam rapidamente e numa fração de segundos toda a rua se apaga.
Dipe levanta o olhar, e vê que as luzes dos prédios também se apagaram, era possível ouvir o lamento e gritos de algumas pessoas. Pára onde está e procura por todos os lados algum sinal do que poderia ter acontecido...mas não tinha dúvidas, ele estava no meio de um apagão"

Somente as luzes dos carros e algumas luzes de emergência de alguns estabelecimentos estava acessa, era possível ver as pessoas com muita dificuldade, algumas corriam, outras procuravam manter a calma e continuar seguindo seu caminho, Dipe está próximo de uma passagem estreita e percebe alguém se aproximando..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kari
level 1
level 1
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 12/11/2009
Idade : 30

MensagemAssunto: Re: História de todos   Ter Dez 22, 2009 6:22 pm

Narrador:" Dipe vira bruscamente a procura de alguém, mais seus olhos somente enxergam uma veloz sombra que o rodeia...ele aperta os olhos pra tentar distingir a forma mas era impossivel...seguindo apenas alguns vestigios da sombra ele o seguiu até uma floresta proxima. sua curiosidade o atiçava mas estava para desistir e ir embora, quando ouve um estrondo, algo ou alguém caira no chão".

Aya- Droga! essas pedras no meu caminho- reclamava a menina ainda caida no chão, ao levantar meio atrapalhada no chão.

Narrador: " Quando a menina se levanta Dipe pode ver que se tratava de uma neokomimi, ela anda até ficar proxima a ele e comoça a rodea-lo, como se nunca houvesse visto outro neokomimi na vida. Dipe depois de um tempo começa a se irritar com a garota..."

Dipe- O que você quer afinal?-*diz emburrado encarando a menina e cruzando os braços*

Aya- Você é de que tribo?Do oeste por acaso?* diz apoiando a cabeça numa das mãos* Você é mto estranho....* finaliza sorrindo*

Dipe- Você é louca? Aqui não existem tribos...- diz irritado

Dipe < Que garota mais estranha...>

Aya - Será que fui muito longe então? * pensa em voz alta distraida, andando de um lado a outro, ignorando completamente a presença de Dipe*

Narrador: " Dipe ficando cada vez mais irritado, se afasta da garota tomando outro rumo, mas para sua surpresa depois de muito andar sem direção a garota aparece tão rápido como umaraio na sua frente. Ele a encara não acreditando nos seus proprios olhos"

Dipe -< como ela é rápida!>

Aya- A proposito me chamo Aya e vc é...?-pergunta amigavelmente

Dipe- Sou...Dipe * diz respirando profundamente cansado*

Narrador: " Aya começa a então andar na direção oposta, como se sentisse cheiro de algo, Dipe curioso a acompanha também sentindo um delicioso aroma de carne assada, os dois observam escondidos átras da moita uma fogueira com um apetitoso pedaço de carne quase no ponto de ser ingerido"

Aya < que fome!preciso comer algo...>* pensa colocando a mão no estômago.

Narrador: " Aya então sorrateiramente começa a se aproximar da fogueira, mas dipe segura seu braço antes que pudesse fazer algo"

Dipe- Você é o que afinal? Vai roubar comida dos outros?- pergunta indignado

Aya- isso não é roubar e pegar emprestado -*ri-se a neokomimi.

Dipe- é roubo!- começa a discutir

Aya- É nada...ela está llá na fogueira sozinha e desamparada * falava referindo-se a carne*- não podemos deixa-la lá, vai atrair animais selvagens.

Narrador:" No entanto com as vozes exaltadas, acabam acordando alguém nas proximidades, aparentemente o dono da comida."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thay
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 28
Localização : Hollem

MensagemAssunto: Re: História de todos   Ter Dez 22, 2009 10:20 pm

Cidade de Bringstom
Segunda Feira 19:50 hr


Narrador: " Nira estava numa floresta muito próxima da cidade... ela as vezes gostava de ficar sozinha, entretanto naquele dia uma coisa muito diferente lhe acontecera... "

Nira: < Isso é realmente muito estranho > * olha em volta procurando o dono(a) daquela carne que estava ali assando * < mas não tem nínguem por aqui >

~ 20:00 hr ~

Narrador: " Ela se senta junto do fogo e permanece observando a carne... até que ela enfim olha pra cidade e vê todas as luzes se apagarem "

Nira: *se levanta* " Isso é um apagão? " * observa a cidade e percebe que a energia não retornava *

Narrador: " Nira espera por um momento ainda de pé, mas por estar cansada resolve encostar numa árvore ainda perto da fogueira que a esquentava e acaba cochilando... passado um tempo ela acorda com um som parecido com duas pessoas discutindo... "

Nira: < quem será que são? E como falam hein!! > * se levanta e caminha em direção as pessoas e observa-as *

Narrador: " Ao que Nira chega mais próxima da fogueira e esta a ilumina... "

Dipe: " Nira? "

Nira: *reconhece a voz* " Dipe? É você mesmo? "

Narrador: " Dipe se aproxima de Nira e ambos se cumprimentam, logo atrás dele Aya também se aproxima mas permanece observando a carne e ignorando ambos ela começa a chegar bem perto da fogueira... Nira observa que alguém passou por ela e por não conhecer a pessoa ela... "

Nira: * se vira rapidamente e puxa a cauda da garota estranha jogando-a no chão perto de si * " Ei garota, onde você pensa que vai? "

Aya: * olha pra cima encarando a garota ousada que a derrubou no chão * " Eu estava indo comer " * se levanta * " Então se você não se importa " * se vira de costas e volta a ir em direção a carne *

Narrador: " Dipe permanece observando ambas e não se mete na conversa... enquanto isso Nira não satisfeita salta por cima da loba e pára na sua frente "

Nira: " Você não sabe que é feio fazer o que você está fazendo? "

Aya: " O que? Vai me dizer que é feio eu estar com fome e ir em direção a uma carne suculenta como aquela - que por sinal está me pedindo para que eu a coma? "

Nira: " Eu digo que é feio você nem ao menos pedir ao dono para comer um pouco "

Narrador: " Aya por estar com fome não aguentou ficar conversando com Nira... "

Aya: < essa garota vai ficar falando mesmo? Eu to com fome, vou é comer aquela carne, ela permitindo ou não!! > * parte pra cima de Nira e a empurra pro lado *

Narrador: " Ao que Aya empurra Nira, ela em seguida segura ambos os braços da loba e ao começar a cair puxa-a junto para o chão... no que ambas caem Nira impulsiona com seu tronco e suas pernas o corpo de Aya fazendo ambas darem uma cambalhota onde Nira passou a ficar por cima e ainda segurando firme nos braços dela... "

Nira: " Não lhe ensinaram bons modos mesmo né loba? " * encara-a já com os olhos brancos *

Aya: " Pra começar eu tenho nome!! Me chamo Aya!! " * mostra-lhe os dentes afiados *

Narrador: " Dipe percebendo a situação resolve intervir antes que alguma das duas saísse machucada - o que não era o caso naquela situação "

Dipe: " Ei meninas!! "

Narrador: " Ele se aproxima das duas, ficando ao lado de ambas, observa por um pequeno momento a situação, e enfim, passa com seu braço em torno da cintura de Nira e a puxa para cima fazendo-a largar Aya que imediatamente se levanta "

Nira: * olha para Dipe que ainda a segurava * " Grrr!!! Porque você fez isso? "

Dipe: * observa-a * " Vamos se acalme... senão eu não vou te soltar "

Nira: *respira e se acalma * " Pronto.. já pode me soltar "

Narrador: " Ele a coloca no chão longe de Aya "

Dipe: " Pronto, agora chega de brigas!! "

Narrador: " Ambas se olham ainda irritadas e cruzam os braços "

Aya: " Tá certo, mas que fique claro que se ele não tivesse interferido na nossa briga eu teria ganho!! "

Nira: " Ahh não tinha não!! " * mostra a língua pra loba *

Dipe: < ai ai, essas duas parece que são crianças >

Nira: " Enfim, eu só não queria deixar você comer a carne porque também não sou dona dela, mas como até agora o dono não apareceu, eu acho que você poderia come-la, já que você está com tanta fome assim "

Narrador: " Aya olha novamente para a carne, seus olhos brilham e ela começa a salivar, sem pensar duas vezes, ela pega a carne se senta e vai devorando-a como se não tivesse comido nada há dias... enquanto isso Dipe lembrara de um assunto que achava interessante conversar com Nira "

Dipe: " Ei Nira, você que estava aqui longe da cidade, você percebeu algo de diferente quando houve o apagão? "

Nira: " Então... pior que não.. daqui pelo menos a única visão que tive era das luzes se apagando, foi até bonito de se ver admito " * sorri *

Dipe: < Como ela consegue né? ' Foi bonito de se ver ' Ai ai Nira> " Hum, entendi... bom eu vou voltar pra cidade acho que tem algo de estranho com esse apagão "

Nira: " Ahh eu vou junto com você!! " * fala baixo em seguida * " Não quero ficar com essa loba "

Aya: * ainda comendo * " Ei eu ouvi isso!! "

Nira: * ignora-a * " E então? Vamos? " * olha pra Dipe *

Dipe: * olha para Aya * " Você sabe voltar pra cidade né? Afinal, seu faro é aguçado, qualquer coisa se você se perder tente achar nosso cheiro "

Aya: " Tudo bem, logo alcanço vocês "

Narrador: " Dipe e Nira saem na frente em direção a cidade, Aya termina rapidamente de comer sua carne e consegue seguir os dois, mas permanece um pouco longe de ambos já que ela e a tigresa não tinham se dado muito bem "

~ 22:00 hr ~

Narrador: " Ao chegarem na cidade, conforme eles caminham alguns guardas chegam junto deles e perguntam se por um acaso eles não tinham visto quem estava assaltando a maioria do pessoal naquela região... "

Dipe: * se prontifica e é o primeiro a perguntar * " Vocês conseguem descrever mais ou menos como era esse ladrão? "

Guarda: " Ele é alto, magro, tem orelhas de gato e uma cauda também... "

Nira: < eu me lembro desse garoto... não creio que ele está nessa vida de ladrãozinho ainda >

Narrador: " Nira não comenta com os guardas que já conheceu esse Nekomimi e espera os guardas se afastarem... "

Nira: " Dipe eu me lembro desse garoto... "

Narrador: " Em seguida eles ouvem um barulho ali perto, e resolvem verificar o que era... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lukas Kaydashi
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 248
Data de inscrição : 15/11/2009
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: História de todos   Ter Dez 22, 2009 11:32 pm

Narrador: Kaydashi acidentalmente tropeça e caiu junto com seus furtos, fazendo o maior barulho...

Kaydashi: *esfregando a mão na testa* " Aii que merda, porque sempre tem que acontecer isso? Arghh..."

Narrador:
" Enquanto isso Dipe e Nira se aproximam do beco onde Kaydashi está escondido"

Kaydashi:
* levantando rapidamente, colocando sua sacola enorme de furtos nas costas* "Oh oh, parece que tem alguem vindo, é melhor eu sair logo daqui"

Narrador: "Kaydashi corre mais pro fundo do beco e dá de frente com um muro, assim que ele se prepara para pular duas vozes gritam interrompendo Kaydashi dê sua fuga.

Nira & Dipe: "Fique onde está !! "

Kaydashi: * jogando a sacola no chão * " Vocês não irão me pegar" *colocando suas garras na frente do rosto em seguida arremessando a energia pra cima dos dois* " GARRAS DA DESTRUIÇÃO!!! *

Narrador: "A energia lançada por Kaydashi pega uma leve curva indo diretamente pra cima de Nira. Segundos antes de acertá-la, Dipe a empurra e fica na direção do ataque sendo atingindo no lugar de tigresa, arremessado a metros pelo impacto da técnica de Kaydashi, Nira vai até Dipe ver o que aconteceu com ele."

Nira: * ajudando Dipe a se levantar * "Você está bem?"

Dipe: "Sim, não foi nada.."
.
Nira: " Ensinarei uma lição em você seu ladrãozin... Ué cadê ele?"

Narrador:
"Enquanto isso Kaydashi continua com a sua fuga, correndo e pulando por cima dos telhados..."

Nira: " Vamos atrás dele? Eu sinto o cheiro dele."

Dipe:
" Ok vamos-lá ! "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kirx
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 489
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 37

MensagemAssunto: Re: História de todos   Qua Dez 23, 2009 2:45 am

Narrador : "Dipe segue na frente pegando impulso na parede e saltando para outra, no próximo passo Nira já vê seu amigo chegando por cima do telhado, ele se agaixa e espera que a amiga também suba. Diferente do lobo, Nira usa suas garras para se segurar entre os vaos da parede e em poucos minutos também está lá encima. Os dois seguem atrás de Kaydashi"

Aya : " Ei !!! E eu hein?? hunf ! "
< deixa pra lá..eu também vi esse tal de "kaydashi" e também vou atrás dele >

Narrador: " Aya também segue atrás do ladrão, só que pelas ruas, se orientando pela direção que os dois correram pelos telhados."



Minutos depois:


Kaydashi : " Ufa..acho que consegui despistá-los, já não vejo mais ninguém atrás de mim "
< ainda bem...esse saco nas costas está muito pesado..nao consigo me movimentar direito >
* leva as mãos nos ombros apertando-os *

" Bom..vamos em frente "


Narrador : "O que Kaydashi não percebera, era que algumas casas atrás, estavam Dipe e Nira seguindo-os, estavam encima de um sobrado, Dipe agachado no telhado e Nira encostada no muro de costas.

Dipe : " Sei que não vai conseguir ver daí, mas ele parou de se mover..."
Nira : " Mesmo não o vendo, eu consigo sentir que ele parou de correr"

Dipe : " Então chegou a hora Nira...vamos lá "
< Tsc ! Esse apagão pela cidade toda, alguma coisa deve ter acontecido...mas não posso deixar esse moleque levar tudo o que ele roubou..olha o tamanho daquele saco ! >



Enquanto isso nas ruas :



Aya : " Ai..está tudo tão escuro, eu vejo que os dois pararam de correr pelos telhados...mas não vejo mais aquele cara com a sacola nas costas...qual o nome dele mesmo ? Kay...Kayda....isso !! Kaydashi !! "

"Será que estão descansando um pouco ?...afinal..só eu que me alimentei por aqui né, vou lá falar com eles "



Nira : " Ei Dipe ! eu consigo atacar melhor pela direita...deixe esse lado comigo ok ? "
Dipe : " tá "


Narrador : "Dipe faz um sinal de positivo com a cabeça para Nira, e os dois avançam pelos telhados, aumentando a velocidade na intenção de surpreender Kaydashi sem que ele perceba."


Kaydashi : < Ai ai acho que peguei muita coisa desta vez preci... humn ??!! Que barulho foi esse >

* vira-se para trás *


Narrador : "Dipe e Nira já estavam vendo claramente as costas de Kaydashi, quando veem à sua frente um vulto de uma loba se levantando por entre os telhados, alguns postes voltam a piscar revelando o semblante de Aya ! "

Aya : " Olá..ai estão vocês !! "

Dipe : < Tsc, idiotaaa !! >

Nira : < Não acredito !! >

Aya : " humn..que caras são essas ?? "


Narrador : "Aya percebe que os dois não estão mais olhando para ela e sim para algo por cima dos seus ombros, ela então vira-se, e nota o pequeno ladrão avançando em sua direção, com uma das mãos preparadas para lançar um golpe"


Aya: " Ai meu Deus..."
* se joga do telhado pra rua *
< meu...onde eu fui me meter >


Kaydashi : " Voces queriam me pegar desprevinido né...pois sintam isso !!!!
< vamos usar de novo a mesma tática....acertaremos o Lobo primeiro >


!!! GARRAS DA DESTRUÍÇÃO !!!


Narrador : "Kaydashi lança novamente seu golpe na direção de Nira"


Kaydashi : " Vai lá Lobão, defende essa !! "


Narrador : "Dipe avança na direção de Kaydashi saltando pelos telhados...deixando o golpe passar por ele"

Kaydashi: " O QUÊ ?!! "
Dipe : " Ela já sabe se virar sozinha amigo " < ao menos espero >
* Golpeia com um soco, o estômago de Kaydashi *

Narrador : "Ao golpear o garoto Dipe olha pra trás pra saber o que houve com Nira, ele vê a garota dando uma cambalhota e passando por debaixo do golpe e escorregando telhado abaixo, em seguida ouve alguns barulhos de telhas se quebrando. Ao fundo um estrondo maior, o golpe havia se chocado contra a parede de uma das casas.
Neste momento um morador aparece na janela

Morador : " AAAHHHH !! O QUE TÁ ACONTECENDO AQUII??!O QUIACONTECEEU?"

Kaydashi : * sem ar *
" Argh...." < não posso cair nessa armadilha >
* serra os punhos e desfere um soco na cara de Dipe, pulando para trás em seguida *

Kaydashi: " Arf...arf...porque não me deixam fugir hein ? Eu não fiz nada pra voces "

Dipe : " Se quiser fugir, terá que deixar as coisas que roubou...se bem que..seria melhor que a polícia te pegasse antes "

Kaydashi : " Grrrr... "



Enquanto isso na rua:



Aya : * olha pra cima *
" Olha lá, é aquela chata que quase não me deixou jantar direito, tá quase caindo da janela, bem feito !! "


"....ih....subiu....."

< ela deve estar indo brigar com aquele ladrão...ahh não mesmo, eu quero brigar com ela primeiro!! e nao dou permissao de ninguém brigar antes de mim >

* se prepara para subir para o telhado *



Nira : " uh..essa foi por pouco, como será que está o Dipe ? "
Morador: " OH Meu Deus..estão invadindo minha casa !! "
Nira : " Se acalme senhor..não é nada disso, estamos apenas atrás de um ladrão que está assaltando pessoas na rua, vai ficar tudo bem..."


Kaydashi : "GARRAS DA DESTRUIÇÃO"

!!BOOmM !!

Morador : !! ArrrHHG !! * bate as janelas fechando-as com força *

Nira: * respira * " Ok, ok..vamos lá "
Aya : " Onde você pensa que vai hein ? "
* saltando para o telhado *

Nira : " Como assim garota? * aponta pros dois rapazes trocando golpes ao fundo *
"Vou ajudar o Dipe a pegar aquele ladrãozinho "

Aya : * olha * " Ele parece conseguir fazer isso sozinho "
Nira : " Deixe-me passar "
* olha por cima do ombro de Aya e vê Dipe recebendo alguns golpes*


Aya : " Não! Saiba que ainda estou brava com você, pelo que fez comigo horas atrás ! "
Nira : " Resolvemos isso depois...não vê que temos uma urgência aqui ?! "
Aya : * olha pra trás e vê Dipe atacando Kaydashi com voadoras e pontapés*
" Pelo jeito, seu amigo não vai precisar mais da sua ajud... *


Narrador : "Antes que terminasse de falar e se virar de volta, Aya vê o vulto do pé de Nira se aproximando do seu rosto, antes de ser atingida ela joga seu corpo pra cima sendo atingida na lateral do rosto, e com o movimento inicial lança seus dois pés pra frente atingindo Nira em cheio. As duas são arremessadas de cima das casas pra rua."


Aya : < pelo jeito hoje não é dia pra eu subir em telhados >


Dipe : < Onde está essa garota? Já era pra ela estar aqui novamente >
* arremessa Kaydashi pro lado e procura por Nira encima do telhado, em seguida é atingido por um soco *

< tsc...esse negócio está se estendendo demais >


Narrador : "Dipe empurra Kaydashi pra parede, e avança acertando-lhe uma cotovelada"


Dipe : " E ai? Vai devolver as coisas que você roubou ?? "
Kaydashi : " Não enche...eu preciso delas..." * desfere um chute em Dipe *
Dipe: " E as pessoas que foram roubadas ? Como ficam ? "


Narrador : "Dipe percebe que os olhos de Kaydashi mudam por um momento, ele passou a pensar no assunto, aproveita a brexa do ladrãozinho e lança um chute no peito do garoto que é derrubado ao chão.
Ao cair, Kaydashi vê luzes dos carros de polícia passando pelo local"


Kaydashi : < é..talvez esse cara tenha razão...não posso deixar que me peguem >

*desfaz a posição de luta *
" Tudo bem...."


* No ar pronto pra lançar um golpe*
Dipe : " O que foi ?"
* cai sobre o telhado sem fazer nada *

Kaydashi : " Voce está certo...melhor devolver essas coisas pras pessoas mesmo.."
Dipe : " Há..finalmente compreendeu "
Kaydashi : " Mas eu não irei junto ! "


Narrador : "Dipe fita o garoto por um tempo...seu rosto é iluminado por algumas luzes das sirenes dos políciais"


Dipe : " Tudo bem...suma daqui !! "


Narrador : "Ao se abaixar para pegar o saco com os pertences, Dipe sente um chute na bunda, ao olhar pra trás o garoto já saltava pelos telhados, desta vez um pouco mais ágil "

Dipe : < moleke...> * se levanta e se alonga um pouco*
" bom..agora sim...onde está essa garota ? "

* se aproxima do parapeito no telhado e avista algo na rua*

Dipe : " Haha, eu nao acredito "


Narrador : "Dipe consegue ver as duas garotas caídas na rua, com a queda acabaram ficando desacordadas, as pessoas qie passavam por elas, olhavam, comentavam alguma coisa e continuavam andando, Aya caiu com as mãos na barriga, parecia nao querer deixar o frango que havia comido ir embora."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thay
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 28
Localização : Hollem

MensagemAssunto: Re: História de todos   Qua Dez 23, 2009 10:18 am

Narrador: " Dipe se aproxima das duas, primeiro puxa Aya por debaixo dos braços e a encosta numa parede próxima dali e quando está indo na direção de Nira, percebe que esta acordou e já começava a se levantar... "

Nira: * ainda zonza por conta da queda anda sem muita firmeza nas pernas * " Aquela garota me paga!! " * olha por cima dos ombros de Dipe e vai na direção de Aya *

Dipe: * impede Nira de passar por ele e fica observando-a * " Você ainda está zonza, não vai querer brigar com ela agora né? "

Nira: " Hunf... ta bem, mas não vou brigar porque agora ela tá desacordada ainda... "

Narrador: " Nira olha a sua volta, percebe que havia alguns policiais no local... "

Nira: " O que eu perdi? "

Dipe: " Haha, praticamente a luta inteira... aquele garoto já foi embora, e eu já devolvi o que ele roubou para os guardas "

Narrador: " Ouve-se de fundo alguem caindo... e no que Nira e Dipe olham... "

Aya: " Que saco!! Porque essa parede tinha que ser tão lisa? Nem dá pra se apoiar direito!! " *levanta a cabeça e percebe os dois a olhando * " Hunf, que foi hein garota? "

Dipe: < vai começar tudo de novo? >

Nira: " Nada... só estou te olhando "

Narrador: " Nira não estava muito afim de enfrentar Aya naquele momento, ambas já tinham se dado mal da última vez que resolveram se enfrentar num momento inoportuno "

Nira: * passa por Dipe tranquilamente e estende a mão pra ajudar Aya*

Dipe: < Eu não acredito!! Elas vão mesmo fazer as pazes?> *observa atentamente ambas*

Aya: * observa a atitude da tigresa * < hum, estranho...>

Narrador: " Mesmo Aya estranhando a atitude da outra, ela estende a mão e Nira ajuda ela a se levantar... Entretanto, no que a loba coloca confiança na tigresa, ela se surpreende... Nira abaixa rapidamente e passa uma rasteira em Aya fazendo-a cair novamente "

Dipe: < Ai ai, como pude achar que elas iam mesmo se entender? >

Nira: " Isso é por ter me atrapalhado na luta!! "

Narrador: " O que Nira não esperava era ser surpreendida também, a loba agarra com força nas pernas da tigresa e a puxa também pro chão..."

Aya: " O mesmo vale pra você!! "

Narrador: " Dipe não aguentando mais ver a cena de ambas sempre se sabotando toma uma atitude "

Dipe: * se vira de costas pra ambas e sai andando *

Narrador: " As garotas não percebem Dipe se afastando... "

~ Pouco tempo depois ~

Narrador: " Nira pára de discutir com Aya e olha ao redor "

Nira: * volta o olhar pra Aya* " Ei loba... cadê o Dipe? "

Aya: *observa em volta * " Ele foi embora!! Largou nós duas aqui!!"

Narrador: " Elas se observam por um tempo e percebem que estavam sozinhas naquela rua escura "

Aya: * começa a se aproximar de Nira * " Sabe, não que eu tenha medo, mas essa rua não ficou muito deserta não? "

Nira: * um pouco assustada por conta de estar sozinha ali e ainda por cima naquela escuridão * " Quem aqui disse que tá com medo? " * se aproxima de Aya também * " Eu não disse nada disso... Eu não to com medo "

Narrador: " Não muito distante dali, Dipe observava ambas por cima do telhado de uma casa "

Dipe: < É, parece que eu estava certo... essas duas brigam mas quando se sentem sozinhas ficam bem 'amiguinhas' uma da outra>

Narrador: " Dipe salta do telhado muito próximo das garotas... "

Nira & Aya: * gritam assustadas * " Ahhhh!!!" *saem correndo cada uma numa direção*

Dipe: " Ei meninas!! Sou eu... calma calma!! "

Nira: *pára onde está e observa Dipe* " Como assim!! Você some do nada!! "

Aya: *pára onde está e também observa Dipe, completando a fala de Nira* " Larga a gente aqui sozinha!! Duas garotas como nós!! Indefesas... "

Nira: *olha pra Aya* < Indefesas? > * volta a olhar pra Dipe* " Enfim, porque você fez isso?"

Dipe: " Ah vocês não queriam que eu ficasse aqui escutando vocês duas brigarem né? Eu não tenho paciência pra isso!! E numa próxima eu vou embora mesmo e largo vocês hein!!"

Narrador: " Ambas se olham e abaixam suas cabeças... consentindo com o que Dipe falou"

~ 23:30 hr ~

Dipe: " Sabe, o que vocês acham de irmos até a usina? Provavelmente o problema aconteceu ali, o que acham? "

Nira: " Eu concordo, é um bom lugar para começarmos a investigar..." *olha para Aya* " Que tal darmos uma trégua na nossa briga? E ajudarmos o Dipe? "

Aya: " Tudo bem, mas só nesse período... depois que a energia voltar nós voltaremos a nos enfrentar!! "

Narrador: " Nira fez um sinal positivo para Aya com sua cabeça - afinal, ambas tinham se tornado rivais - e agora todos estavam a caminho da usina..."

~ 00:45 hr ~

Narrador: " Os três se encontram na frente da usina, sendo impedidos de entrarem por conta dos guardas e de todo o sistema de alarmes que havia por ali "

Aya: * sussura * " Legal, e agora? Como vamos fazer pra entrar? "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Duh
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 402
Data de inscrição : 09/11/2009
Idade : 30
Localização : Bringstom

MensagemAssunto: Re: História de todos   Qua Dez 23, 2009 8:01 pm

Algumas horas antes:

Narrador “Jeremy estava acampando nos arredores de Bringstom, longe do estresse da cidade.”

Jeremy:_ Ah, mas que belo e suculento frango temos aqui vou colocar na fogueira pra assá-lo!!!

*Diz Jeremy sorrindo e embrulhando um frango em papel-alumínio, depois arma uns gravetos e coloca o frango pra assar enquanto se senta para relaxar.*

Jeremy:_ Ai ai, que belo fim de tarde, ótimo para tirar uma soneca!!!

Narrador “ Assim que Jeremy termina sua expressão seu celular toca, era uma chamada da FATI”

Jeremy:_ Droga era só o que me faltava!! HUNF!!! Jeremy resmunga e pega o telefone!!

Jeremy:_ Seven falando!!!

Chefe:_ Seven houve um apagão Usina elétrica de Bringstom , quero que vá averiguar depois pode retomar sua folga!!!

Jeremy:_ Hmm, apagão isso é mal, sem problemas Chefe estou a caminho!!!

*Jeremy desliga o celular, pegando sua arma e colete, ele olha pro frango e pensa*

< Hmm, talvez não seja só uma bomba então poderei voltar para comer meu saboroso franguinho.>

*Jeremy pensa mais um pouco e sorri*

< Ahhh, ninguém vai roubar meu frango posso ir tranqüilo xD>

*Motivado Jeremy pega as chaves do seu carro e parte em direção a cidade*

20:00 hs

< Mas que transito terrível, assim nunca vou conseguir chegar a Usina!!!>

Narrador: “Jeremy depois de sair da rodovia tem dificuldades de pegar uma via expressa, o apagam deixou o transito totalmente caótico.”

Jeremy:_ Droga, como vou chegar à Usina, bom vou relaxar!!!

*Jeremy liga o som no ultimo volume para se animar*

22:00 hs

Jeremy: _ ZZZzzzzZZZzzzzZZz... Ah?? Nossa acho que peguei no sono!!! Vamo... Vamo

*Jeremy buzina de forma desesperada*

!!FOUM FOUM!!

Duas horas depois

Jeremy:_ Ae finalmente!!!

*Jeremy acelera o carro e mantém o farol alto, começa a entrar pelas vielas para cortar caminho e por atalhos que ele conhece, era uma noite quente Jeremy abre o capo de seu carro e mesmo com o apagão ele coloca seu óculos escuros e mantém o volume altíssimo do radio para melhor sentir a brisa em seu corpo.*

Narrador “Jeremy acelera o carro o máximo que pode costurando por vielas e ate pelas calçadas, por pouco não atinge um poste, numa avenida principal Jeremy puxa o freio-de-mão e faz o carro derrapar para completar um curva acentuada.”
!!VROUURRRR!!

*Jeremy olha para o relógio*

Jeremy_ Meia-noite e cinqüenta!!! * T_T* _ A essa hora meu franguinho já viro churrasco.

Narrador “Jeremy termina uma ultima curva e finalmente chega a usina, vê um grupo de pessoas e meche em seu terno procurando por algo”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://legacyofpeace.forumeiros.com
kirx
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 489
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 37

MensagemAssunto: Re: História de todos   Qua Dez 23, 2009 8:53 pm

Narrador : “Os três passam a pensar numa maneira de como entrariam na usina, o problema parecia mesmo estar ali, quando ouvem um barulho de carro se aproximando, era um conversível, mesmo com toda a tensão do momento, o som estava ligado bem alto incomodando um pouco algumas pessoas por perto.
O carro pára próximo a usina, de dentro dele um rapaz de aproximadamente 23 anos se levanta, ele veste um terno preto e usa um óculos escuro.

Nira : “ Mas não está de noite ?”
Aya : “ Pois é...e com apagão ainda por cima”
Dipe : < kkk >

Narrador : O rapaz se aproxima da portaria e parece retirar alguns documentos, não demora muito, e os três jovens vêm o porteiro balançando a cabeça negativamente, recusando a entrada do rapaz que se vira e se posta a olhar a entrada parecendo pensar em algo.

Dipe : “ Ei Aya...onde pensa que vai ??”
Aya : “ Como assim..vou falar com o rapaz”
Nira : < ... >

Narrador : “Aya se aproxima do rapaz que parece recebê-la muito bem, minutos depois ela retorna para junto de seus amigos trazendo o rapaz consigo.”

Aya : “ Gente, este é Jeremy, ele também está tentando entrar na usina, e como vocês viram, também foi barrado.”

Jeremy : “ Boa noite pessoal”
Dipe : “ Olá Jeremy prazer, sou Dipe “ * aperta-lhe a mão *

Aya : “ Essa...” * direciona pra Nira*
”Bem...essa é Nira !!”

Jeremy: “ Olá Nira prazer, como vai ? “
Nira : “ Bem, obrigada” < essa garota..uhh >


Dipe: “ Pelo jeito eles não querem deixar ninguém entrar, estão mandando todos irem embora e não dão nenhuma informação a respeito do que está acontecendo “

Jeremy : “ É..bem o jeito deles mesmo...mas acho estranho não me deixarem entrar, já estive aqui tantas vezes...”

Narrador : “ os três amigos se olham surpresos “

Nira : < Quem será esse cara? ...uma espécie de “James Bond” ? E porque ele não tira esses óculos ? >

Dipe : “ Bom Jeremy, pensamos mesmo em entrar para investigarmos, algo aí me cheira a encrenca, o que acha de vir conosco ?”

Narrador : “ Jeremy coloca a mão dentro do terno, e retira um papel de tamanho médio dobrado algumas vezes”

Jeremy : “ Venham até aqui “ * se dirigindo ao carro *

*desdobra a folha e a abre sobre o capô *

Nira / Aya : “ Ohhh !! Mas é um mapa !!”

Dipe : “ Falem baixo !!!”

Jeremy : “ Isso mesmo..é o mapa desta usina, da parte de fora, e também da de dentro !”

Aya : “ Nossa, e como conseguiu isso ?”

Narrador : “ Um silêncio se instala no ar”


Olha a pipooca !! Fom FOM !!


Narrador: “ Jeremy corta o silêncio se direcionando para Aya”

Jeremy : “ Contatos ” * sorri para a garota *

Nira : < ih...só mistério esse rapaz hein, mas parece ser confiável >

Narrador : “ jeremy pára por um momento, olha envolta os três amigos e parece pensar num plano”

Jeremy : “ Esta usina é muito grande por dentro, iremos demorar muito até vasculharmos tudo, sugiro nos dividirmos em duplas, o que acham ? Como só tenho este mapa, a segunda dupla terá que decorar o caminho para não se perder tudo bem ?”

Narrador : “Aya parece gostar da idéia”

Aya : “ LEGAL ! Então vamos mesmo INVADIR ?”

Narrador : “ A exaltação de Aya, chama a atenção de um dos guardas postos em um dos portões de entrada, Nira percebe que um deles começa a olhar para o grupo, tentando prestar atenção no que eles estavam conversando ali “

Nira : < droga...fique por aí mesmo...fique por ai... >
Dipe : * coloca a mão no ombro da amiga desviando sua atenção*

Nira : “ Humn ??” * vira-se para Dipe *
Dipe : “ Escute o plano”

Narrador : “ Jeremy continua a explicação”

Jeremy : “ Vamos marcar um local para nos encontrarmos lá dentro, vejam * faz um círculo vermelho num determinado ponto do mapa * Cada uma das duplas entrará por dois locais diferentes, vamos ter o máximo de cuidado para não chamarmos a atenção de ninguém e sermos os mais discretos possíveis. A primeira dupla irá por aqui * aponta no mapa *
E a segunda por esta entrada aqui.

Existe uma área * faz um xis no mapa * onde tem uma maior concentração de seguranças, uma das duplas terá que passar por este local, tomem muito cuidado nesta parte ok ? “

Narrador : “ Todos assentem com a cabeça, Aya parece mesmo empolgada a ingressar nesta investigação “

Dipe : “ Bom..como dividiremos as duplas ?”

Narrador : “ Todos se olham, esperando a primeira reação de um voluntário”
Nira : “ Que tal tirarmos dedos iguais ? “ * sorri pra todos *
Dipe : < Não acredito que ouvi isso...>
Jeremy : * arruma os óculos, parece encabulado *

Narrador : “ Mas Aya toma a iniciativa, apoiando a amiga sem pensar”

Aya: “ DEEEDOS !!”

Narrador : “ Aproveitando o embalo de Aya, todos colocam uma quantidade de dedos que lhe vem a mente no momento, logo conferem o resultado”

Dipe, 2 dedos
Jeremy, 3 dedos
Nira, 2 dedos
Aya – 5 dedos


Dipe : “ De novo gente, vamo lá...deeeee...”

Narrador : “ Aquilo parecia constranger Jeremy cada vez mais”


Jeremy: “ É...seria interessante que as duplas fossem equilibradas...”
Dipe : “ Entre..força e agilidade você diz ?”
Jeremy : “ Exato”

Narrador : “ As duas garotas se olham”

Dipe : < É..essas duas não podem mesmo ir juntas >
Dipe: “ Bom..então vamos eu e Nira, tudo bem ?” * se colocando ao lado da garota *
Jeremy: “ Fechado...tudo bem pra você Aya ?”
Aya : “ Sim, vamos! Vamos logo com isso !! ”

Narrador : O plano estava armado, os 4 amigos partem em direção à usina.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lukas Kaydashi
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 248
Data de inscrição : 15/11/2009
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: História de todos   Qui Dez 24, 2009 12:49 am

Narrador: Assim que a dupla é divida cada um pra um lado, Kaydashi aparece de fininho perto do carro de Jeremy que estava estacionado.

Kaydashi: " Belo carro, pena que não sei dirigir" ( respira fundo) < “Aquele Dipe... Nossa luta ainda não terminou...” > ( Colocando suas garras na frente do rosto)

Narrador: Kaydashi tenta sentir o cheiro pra descobri onde o Dipe foi. Ao localizar, ele segue o mesmo rumo onde Nira e Dipe foram...

Kaydashi: < “Que lugar escuro... Ainda bem que gatos enxerga no escuro” >

Narrador: O garoto percebe que Dipe está perto...

Kaydashi: < “O cheiro daquele lobo fedido está mais forte, ele deve está próximo daqui...” > (encostando-se à parede)

Narrador: Finalmente Kaydashi se pergunta...

Kaydashi : < “Afinal o que ele estaria fazendo aqui? Por sinal ele está acompanhado, eu sinto cheiro de mais alguém com ele...” >

Narrador: Kaydashi da mais uns passos e sem querer ele chuta uma lata, fazendo um pequeno barulho...

Nira: “Ouviu Alguma coisa?” ( Olhando pra atrás )

Dipe: “Ouvi sim, relaxa deve ser apenas um “gato”...”

Narrador: Enquanto isso uns metros a trás de Dipe e Nira...

Kaydashi: < “Caralho, é só comigo que acontece essas brechas... É melhor eu tentar segui-los por cima...”

Narrador: Kaydashi escala o muro rapidamente e pula no telhado próximo, e continua seguindo os dois...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kari
level 1
level 1
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 12/11/2009
Idade : 30

MensagemAssunto: Re: História de todos   Sab Dez 26, 2009 7:03 pm

Narrador: “Depois de se separarem de Dipe e Nira, Jeremy e Aya vão para o caminho proposto.Aya estava agitada mal conseguia conter sua animação, ela adorava desafios e aventuras vivia para isso, e apesar de não fazer a mínima idéia no que estava se metendo estava pronta para enfrentar tudo, a única coisa que a intrigava era Jeremy, afinal como ele conseguia esconder a cauda?”

Aya : “Jeremy...posso lhe fazer uma pergunta?”

Jeremy: * a olha* “ Claro...mas e melhor que seja rápido estamos no s aproximando...”

Aya: “Cadê o seu rabo? De que tribo você é?E tão diferente...”

Jeremy: “ Tribo? Eu sou humano!!”

Aya: “ Sério?” * diz empolgada* “Pensei que eram mitos do meu avô!!!!” *pula de alegria* “Vocês existem, vou ter muiiitoooo o que contar quando voltar” *dizia em jubilo*

Jeremy:

Narrador: “Ao chegarem sorrateiramente percebem que os guardas, os mesmos que os barraram anteriormente ainda estavam lá, então os dois se afastam, Jeremy encosta numa das paredes e abre o mapa analisando. Passam-se alguns minutos e Aya começa a ficar impaciente andando de um lado para o outro”.

Jeremy: < Que garota agitada...não consigo me concentrar assim...vejamos essa porta ira nos levar até aqui...então...> * pensa apontando os lugares com o dedos*

Narrador: “Aya o olha com impaciência, cruza os braços e bate o pé no chão, aguardando alguma fala de Jeremy, ao notar que não teria uma resposta tão breve...”

Aya : “Deixa comigo! Já sei o que fazer...”

Jeremy: “Espere...” * observa Aya se ajeitando*< ela vai tentar seduzi-los?> *indaga observando a Nekomimi*

Narrador:”Aya se aproxima dos guardas, jogando todo seu charme, enquanto Jeremy a observa a distância certo de que a garota iria mostrar toda sua delicadeza e feminilidade para os guardas...”

Guarda 1: “O que você está fazendo aqui, novamente?”

Guarda 2: “Já falamos que a entrada não é permitida!”

Aya : “Ahhh...” *diz num tom delicado*

Narrador: “Jeremy mal consegue entender o que aconteceu num piscar de olhos Aya havia sumido e os três guardas estavam desacordados no chão...”

Aya : “Pronto!” * diz a menina assuntando Jeremy*

Jeremy: “Como você fez isso?” *pergunta inconformado*

Aya : < Como ele não viu o que eu fiz?> * cruza os braços e pensa por um instante* “Tinha esquecido que você é apenas um humano...não têm muitas habilidades...”

Jeremy: * a olha irritado por um instante * < Vou ignora - lá...> “Vamos nos disfarçar pegue uma das vestes dos guardas e coloque por cima da roupa e o mais importante esconda sua cauda...”

Narrador: “Jeremy e Aya então se vestem como os guardas escondem os corpos e entram cautelosamente pelo portão da frente. Aya abre a porta da usina, eles entram e observam o local, um longo corredor fica a vista e de cada lado há uma porta de ferro”

Aya : “ Por onde vamos agora?” * vira-se para Jeremy*

Jeremy: “Vamos nos separar, mas só por cautela leve isso...” * diz mostrando a Aya um objeto estranho e brilhante*

Aya : “O que isso?” *pega a arma da mão do Jeremy e começa a girá-la e jogá-la para o alto, brincando distraidamente*

Jeremy: < Ai meu deus!> “O que você está fazendo?” * diz arrancando a arma da mão da jovem que o olha com cara de quem acabou de privá-la da diversão* “Você se vira sem isso né?” < Já que ela se acha tão poderosa assim...>

Aya : * coloca as mãos na cintura* “Ok..mas depois você me empresta esse negocio preto e brilhante?” *diz com uma voz meiga olhando para Jeremy*

Jeremy: < jamais!> “ Ah... Claro...” *diz sem demonstrar a verdadeira intenção para nekomimi*

Narrador: “Então eles se dividem, Aya abre a porta e a sala está totalmente vazia,somente com um monte aparelhos estranhos, telas e com diversos botões com as letras do alfabeto. A garota se aproxima interessada nunca havia visto tantas coisas diferentes num só dia.”

~ 01:25 hr ~

Narrador: “ Na tela azul havia uma pequena janela com uns asteriscos que a nekomimi não sabia decifrar, então a mesma lê o que está escrito...”

Aya : < Desligar/Enter ou Cancel...Enter...será que vou entrar em algum lugar...talvez uma passagem secreta!> * pensa feliz clicando no botão enter*

Narrador: “Ao apertar o botão ela procura animada uma passagem ou algo que poderia ter se movido, mas não encontra nada..decepcionada procura algo interessante no local, sente uma leve brisa perto.”

Aya : < Mas...da onde vem esse ar? Aqui é tudo fechado...>*pensa procurando a origem do ar*
Narrador: “Percebe então que em cima dos aparelhos tinha um sistema de ventilação, curiosa para onde ela o levaria, ela se pendura na estrutura e impulsionando o corpo para cima entrando no tubo. Seu interior era profundo e com pouca claridade, mas isso não a impediria de seguir em frente...”

~ 01:27 hr ~
Narrador: “Enquanto isso Jeremy entrava na outra sala, que por uma incrível coincidência também estava vazia, mas com um grande computador e um enorme painel de controle. Certificando-se que o corredor ainda estava isolado, ele senta-se nas cadeiras e começa a acessar os arquivos para ver se descobre algo interessante.”

~ 01:31 hr ~
Narrador: “Jeremy com muita habilidade coleta dados sobre o apagão, mas durante a tentativa de copiar um dos arquivos ele acaba acidentalmente acionando um alarme”

Jeremy: < Droga! Malditos Mutantes...>

Narrador: “Sem se desesperar o mesmo continua digitando freneticamente para desligar o som, enquanto o mesmo se espalhava pela usina... Aya enquanto se arrastava pelo tubo de ventilação, percebe que o mesmo começara a se tornar mais escuro, como se a luz tivesse sido apagada, quase no mesmo instante que ouve um estrondo continuo, com o susto acaba batendo a cabeça e tateando as paredes acaba não percebendo um buraco e cai.”

~ 01:40 hr ~

Aya: “Ahhhhhhhhhh!!!!” *grita*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thay
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 28
Localização : Hollem

MensagemAssunto: Re: História de todos   Sab Dez 26, 2009 9:13 pm

Narrador: “ Dipe e Nira continuam caminhando permitindo que Kaydashi os seguisse... ao se aproximarem do enorme portão da usina percebem que não havia guarda nenhum por ali e que estava tudo muito vazio...”

Nira: * olha pro tamanho do portão, começa a escalá-lo... estando já numa altura razoável ela olha para Dipe lá embaixo* “Ei, você não vai subir não?”

Dipe: *observando-a* “ Já estou indo, antes vou me livrar de um 'gato'..”

Narrador: “ Nira então continuou a escalar o portão, Dipe por sua vez...”

Dipe: “ Vamos gato apareça, eu sei que você está nos seguindo a um tempo já!! O que foi? Resolveu acertar umas contas comigo? ”

Kaydashi: * salta do telhado que estava* !! Punho de Gato !!

Narrador: “ No que Kaydashi desfere um soco em Dipe, este segura o punho dele e ao mesmo tempo desfere também um em Kaydashi, que por ter um bom reflexo também segura o punho de Dipe, ambos agora estavam medindo forças.. enquanto isso Nira já estava descendo o portão e pulava agora direto pro chão, ela observou a situação de ambos...”

Nira: < Ai ai> “ Vocês dois só sabem brigar um com o outro né?”

Dipe: * ainda segurando o punho de Kaydashi olha para Nira por um instante* “ Ó quem fala né?!”

Narrador: “ Nira não responde Dipe e resolve olhar ao redor pra verificar se a área estava limpa... Dipe e Kaydashi finalmente se afastam um do outro...”

Dipe: “ Agora não posso ficar lutando com você, nós estamos numa missão!!”

Kaydashi: “ Missão?” * pára onde está para prestar atenção no que Dipe estava falando*

Dipe: * percebe a mudança de comportamento do gato * “ Sim, você inclusive poderia vir junto, que tal uma trégua nas nossas lutas por enquanto? ”

Narrador: “ Nira de longe ouve os dois conversando ”

Nira: < Essa fala me parece muito familiar > * chega até a porta para enfim entrar na usina mas resolve esperar pelos garotos*

Kaydashi: “ Tudo bem eu topo ” < Aqui dentro deve ter alguma coisa de valor pra se levar>

Narrador: “ Ambos os rapazes escalam o portão sem dificuldade e logo estavam junto de Nira... ela abre a porta enfim e observa todo o corredor ”

Nira: “ Está limpo por aqui”

Narrador: “ Quando Nira estava prestes a entrar no corredor Dipe a segura ”

Nira: “ Hum? ”

~ Dipe teve um pequeno Flash-Back ~

Narrador: “ Jeremy vai até o porta-malas de seu carro e parece pegar dois sprays, um ele entrega para Dipe e o outro segura com ele, escondendo dentro de seu terno ”

Jeremy: * Olha para Dipe * “ Use isso caso...


Dipe: * aponta para alguns pequenos mecanismos na parede, em seguida pega o spray e o lança no ar * < Como eu suspeitava >

Narrador: “ Com o spray Dipe conseguiu deixar a mostra os sensores infra-vermelhos, estes estavam posicionados de tal maneira que o único jeito de passar era dando pequenos saltos acrobáticos no entanto ”

Kaydashi: “ Puts, passar por aí vai ser complicado...”

Dipe: * observa os espaços entre um sensor e outro e se vira pra Nira * “ Acho que você é a única que vai passar por esses vãos, tente achar algo que desligue eles ”

Narrador: “ Nira então toma fôlego e dá seu primeiro salto... ainda no ar ela da meia cambalhota e pára no chão apoiada com suas mãos, ficando de ponta cabeça olhando os garotos e de costas para o próximo sensor ”

Kaydashi: “Nooossaaaa..” * fica surpreso com a habilidade de Nira *

Dipe: *orienta ela * “ Nira, o próximo sensor está um pouco mais alto que este último” < É, ela começou bem >

Narrador: “ Ela acente com a cabeça, mantendo-se concentrada... em seguida, ela salta fazendo um pouco mais de força em seus braços, passando próxima ao sensor e enfim cai em pé ”

Nira: “ Essa passou literalmente muito perto ” * olha pro corredor e reclama * “ Ainda tem muitos sensores ”

Dipe: “Vamos você tem que conseguir”

Narrador: “ Ela se vira pro próximo sensor, este não estava tão alto, ela pulou em direção a parede e com o impulso conseguiu passar tranquilamente por aquele... algum tempo depois...

~ 01:27hr ~

Narrador: “ Nira já se encontrava na metade do corredor, ela se preparava para seu próximo salto, quando de repente todos os sensores são desligados misteriosamente...”

Nira: * olha para trás fitando os rapazes *

~Kaydashi & Dipe: “ Como você conseguiu isso? ”

Nira: “ Eu também não sei, mas enfim.. venham logo!! ”

Narrador: “ Os dois garotos correm na direção de Nira.. mais a frente haviam salas...”

Kaydashi: “ Vamos entrar? Deve ter algo de valor ai dentro!! ”
Nira: * olha para Kaydashi * “ Vai me dizer que você só está vindo com a gente porque quer roubar algo? ”

Kaydashi: “ Claro que não né garota, eu vim com vocês porque...... porque ”

Narrador: “ Dipe ouvindo aquela discussão inútil resolve abrir uma das portas... dentro da sala ele observa alguns geradores fora de funcionamentos e também diversos botões e passa a analisar as ligações dos fios para saber o que fazer, ficando de costas para a porta”

~ 01:31 hr ~

Nira: “ Sabia!! Sabia que você não queria realmente ajudar” * chuta o peito de Kaydashi*

Kaydashi: * segura a perna esquerda de Nira * “ Há você achou mesmo que desse jeito você ia conseguir me atingir? ”

Narrador: “ Nira não aguentando ser provocada por um garoto como ele, puxa com força a perna que Kaydashi segurava, ao conseguir se soltar ela se apóia e chuta o rosto dele com a direita e para de costas para ele ”

Nira: “ Ainda bem que você me desafiou, gostei de lhe chutar ” *irritando o gato*

Kaydashi: * olha pra ela estando de costas, passa a mão em seu rosto na região que fora atingido* “Até que você está conseguindo lutar bem...” * faz uma pequena pausa* “Pra uma garotinha...”

Narrador: “Nira fica irritada com Kaydashi e desfere um soco forte em seu estômago, lançando-o para dentro da sala onde ele atinge Dipe, que em seguida acaba apertando um dos botões e ambos batem suas cabeças no chão ficando desacordados ”

Nira: “ Ei... quem apagou as luzes? ” * espera uma resposta dos meninos * “ Meninos? Meninos?”

Narrador: “ Nira passa a ouvir um som estrondante...”

Nira: “ Vocês estão ouvindo isso?” * começa a ficar irritada por não obter nenhuma resposta* “Onde vocês estão? Isso não é hora de ficarem brincando de esconde-esconde”

Narrador: “ Com o som ecoando pelos corredores, Nira fica um pouco atordoada - já que seus ouvidos eram sensíveis - e ao invés de entrar na sala onde ambos estavam caidos no chão ela sai tateando as paredes e acaba se direcionando para um outro corredor que também estava escuro...”

~ 01:40 hr ~

Nira: < Nhaaa eu acho que eu me perdi...> * continua andando *

Narrador: “ De repente algo cai em cima de Nira ”

Aya: “Ahhhhhh!!”

Nira: “ Aiiiiiii ”

Narrador: “ Nesse instante as luzes de emergência são acionadas e Nira olha pro que estava fazendo peso em cima dela e a impedindo de se levantar...”
Nira: “ Ahhhh tinha que ser né garota? Sempre atrapalhando!! ”

Aya: < ai ai > * olha para Nira ainda embaixo dela * “ Ahhh e você então? Nem servir pra amortecer a queda você serve!!”

Narrador: “ O alarme continuava soando.. e ambas gritavam mais alto para conseguirem se ouvir... Aya sai de cima de Nira e a sua cauda fica então a mostra sem que ela percebesse”

Nira: * coloca suas mãos na cintura * “ O que você está fazendo aqui? Nós não dissemos que você e o Jeremy cobririam a parte da frente? ”

Aya: “ Ué e você e o Dipe não iriam cobrir a área dos fundos? ”

Narrador: “ Ambas param por um momento e ficam pensando... até que resolvem ”

Aya: “ Então quer dizer que...” * olha ao redor*

Nira: “...a gente chegou no meio da usina?” * olha ao redor *

Narrador: “ As garotas por estarem discutindo não perceberam, mas já não estavam mais sozinhas...”

Guardas: “ Ei garotas!!! Quem são vocês??”

Aya & Nira: “ Oh ou....”

Nira: * conta rapidamente quantos guardas tinham naquela sessão...e enfim grita* “ Vinte Guardas???!!!”

Aya: “ Essa não... estamos justo na parte que o Jeremy comentou que teria muitos deles” * olha para Nira *

Guarda I: * se vira pros outros guardas apontando ambas* “ Haha, nem precisamos nos preocupar, são apenas uma gatinha e uma coiotezinha”

Nira & Aya: * falam irritadas * “ O que?!”

Narrador: “ O cabelo e os olhos de Nira ficam brancos, sua pupila do olho fica afinada e suas listras aparecem marcando com perfeição seu corpo.. enquanto Aya mostrava os seus dentes afiados, seus pêlos ficavam ouriçados e ela então começava a rosnar...”

Nira: “ Vou lhe mostrar quem aqui é a gatinha!!!”

Aya: “ Você vai se arrepender de ter me chamado de coiotezinha!!”

Narrador: “ Neste instante ambas se olham e parecem adivinhar o pensamento uma da outra, elas colocam suas garras das mãos a mostra e com um sorriso no rosto partem pra cima dos guardas... Dez guardas formam um círculo envolta das garotas e mandam os outros dez seguirem em frente, pois eles se achavam capazes de lidar com elas ”

Nira: * observa todos eles ao redor delas e sorri olhando de canto de olho para Aya * “ Tá na hora de mostrarmos do que somos capazes ”

Aya: “ Eu concordo!! ”

Narrador: “ Nira lança seu corpo pra frente e apóia suas mãos no chão girando rapidamente suas pernas desferindo uma sequência de chutes em três de seus adversários, onde em seguida dois desses caem no chão já desacordados, enquanto um outro permanece tonto... no mesmo instante Aya com uma rapidez surpreendente pula por cima de um dos guardas e se equilibra em seus ombros, ao jogar o peso do próprio corpo para trás, consegue também jogar o guarda por cima dos outros que vieram auxiliá-lo, acertando dois...fazendo os três cairem no chão, deixando também dois deles inconscientes”

Nira: * olha pra trás de Aya e corre em sua direção* “ Aya!! Se abaixa!!”

Aya: * ouve o que Nira diz e apenas faz o movimento *

Narrador: “ No que Aya se abaixa Nira toma impulso com suas mãos nas costas dela e salta, dando uma cambalhota no ar e acertando em cheio com seus pés o peito de outro guarda... assim que Aya se ergue ela já percebe um soco vindo em sua direção e rapidamente se esquiva, e ao perceber que as costas do guarda que a atacou estava próxima ela lhe dá uma cotovelada fazendo este cair...”

Nira: * olha o guarda caido no chão e sorri * “ Bons sonhos” * salta em direção a parede e se impulsiona para o teto, chegando perto deste ela dá meia cambalhota e torna a pegar impulso, caindo com o punho cerrado em cima do estômago do guarda que imediatamente fica inconsciente*

Aya: * Antes que o guarda caísse no chão chuta seu trazeiro e faz ele bater a cabeça na parede...provocando um desmaio espontâneo*

Narrador: “ Elas param e observam os outros quatro guardas que restavam...por alguns instantes os seis permaneciam trocando apenas olhares de fúria... até que os guardas resolveram tomar a iniciativa... vão dois pra cima de cada uma delas”

Aya: * Se esquiva dos socos e chutes que os guardas desferiam pra cima dela com muita facilidade*

Nira: * No que o guarda I lança seu corpo pra frente para saltar em cima dela, ela observa bem, até que no momento em que as mãos dele estavam no chão e seus pés nos ares ela salta se apoiando nos pés dele e se lança novamente ao chão perto do guarda II, onde ela agacha e passa uma rasteira nele...*

Aya: “ Minha vez” * Lança chutes rápidos e fortes no abdomen dos dois guardas... e também socos em suas faces, conseguindo deixar os dois bem atordoados e lança um golpe final, segurando ambas as cabeças dos guardas e as colidindo *

Narrador: “ Nira percebe o guarda I se aproximando de suas costas e logo sai da frente, fazendo com que esse se desequilibrasse por não esperar que ela saisse dali e fazendo com que ele caisse em cima do outro guarda chocando suas testas ”

Nira: * olha pro guarda I * “ Haha obrigada por me ajudar a deixar seu companheiro desacordado” *ao perceber que este se levanta ela chuta seu peito e o lança contra parede*

Aya: * observa os dez guardas inconscientes e em seguida olha para Nira * “ Fizemos um excelente trabalho” * estende a mão*

Nira: “ Sim!! Mostramos a eles que não podem se meter com a gente!! ” * aperta a mão de Aya*

Narrador: “ Elas permanecem por um tempo observando o lugar que estavam até que...”

Nira: “ Nossa!! Aya.. os meninos correm perigo!! Temos que ir salvá-los!!”

Aya: “ Tinha me esquecido também!! Vamos logo”

Narrador: “ Ambas se dividem e procuram o caminho de volta para ajudar seus amigos”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kirx
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 489
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 37

MensagemAssunto: Re: História de todos   Seg Jan 04, 2010 11:42 pm

Dipe : < urrhhg...que dor de cabeça..nem vi o que me atingiu direito > * olha ao redor *

Narrador : “Dipe se vê numa sala pouco iluminada, na parede à sua frente por onde provavelmente entrara, uma porta em grade bloqueava agora a saída, nas paredes laterais alguns maquinários um armário e alguns botões acionados sinalizando verde, do outro lado uma espécie de mural com alguns bilhetes, folhas e anotações pregados e por fim no chão ao seu lado estava Kaydashi caído desacordado com a língua de fora e a mão no estômago.”

Dipe : * se levantando * “ Argh, era isso que estava observando quando algo me atingiu pelas costas” * se direciona ao mural na parede. *



- Alguns guardas andaram desaparecendo de seus respectivos setores, enviar relatório ao nosso superior urgente.

Narrador : “Mais algumas anotações estavam presas junto a essa, desta vez de dias anteriores, Dipe as lê e as guarda no bolso”

Dipe : “Muito estranho, parece que eles não são realmente os culpados por tudo isso, preciso avisar a ...”

Narrador : “Dipe ouve passos de alguém se aproximando...parecia correr na direção da sala em que estava.”

*se esconde para não ser visto *

Nira : < humn...como assim ? Só vejo o Kaydashi ali no chão..pra onde será que ele foi ? > * olha pros lados e pra cima procurando por alguma saída *

“ Dipe ?..voce está ai ?”

Dipe : < !! > “ Nira ?” * saindo de trás do esconderijo* “Como chegou até aqui ?”
Nira : “ É...bem, essa sala estava no nosso caminho lembra-se ? “
Dipe : “ hehe pois eh...” * coça a cabeça se recordando aos poucos *
“ bom..precisamos avançar achei algumas anotações por aqui, parece nos dizer algo.
Nira : “ Deixe me ver....ah..mas antes abra essa porta pra eu poder entrar né”

Narrador : “Dipe então destrava a porta através do painel onde batera com a cabeça, e Nira explica o ocorrido com os guardas próximo ao corredor dali.”

Dipe : “ Acho melhor irmos por outro lado agora..é provavel que outros guardas já tenham achado os demais desmaiados por lá e estejam nos procurando”

Narrador : “ Nira fecha os olhos parece tentar se lembrar de algo, então corre na direção de um dos armários e passa a tateá-los, antes pisando sem querer na mão de Kaydashi caído no chão “

Dipe : “ O que voce quer ai Nira? Está precisando de um desses pra sua casa ?”
Nira : “ Tsc, claro que não, eu me lembro que no mapa do Jeremy, nesta sala havia um outro aposento ligado a esse “

Dipe : “Mas não há portas por aqui..nem atrás dos armários veja....a não ser que...”

Narrador : “ Dipe puxa o armário revelando uma pequena passagem abaixo dele”

Dipe : “ Oh !!!”
Nira : “ viu...não falei ?”

Narrador : “Dipe começa a descer as escadas de ferro”

Nira : “ Ei..e o Kaydashi ?? “
Dipe : “ ah..deixe ele ai, logo ele acorda e vai entender o que aconteceu...”
*continua descendo as escadas*

Narrador : “Assim que Nira desce as escadas ela percebe um corredor que segue até o fundo se perdendo na escuridão do local , é estreito possibilitando apenas ser percorrido um atrás do outro, como não estava enxergando nada ela resolve apertar um dos botões proximos à escada na esperança que alguma luz se acendesse”

!! TIC !!

Nira : “ Eba, acendeu...odeio escuro...”

Narrador : “Todas as luzes do corredor se iluminam e quando a ultima se acende, os dois começam a ouvir latidos.”

Dipe : “ Muito bem Nira olha o que temos aqui”

Narrador : “Ao fundo do corredor era possível avistar dois cães, eles vinham correndo na direção dos invasores seus latidos causavam eco pelo estreito ambiente causando pânico em nossos amigos.”

Nira : “ Ai Dipe, e agora ? Eles estão se aproximando, ai meu Deus...tem mais dois atrás desses que estão vindo, ahhh !!”

Dipe: * puxa seu bastão e o aponta na direção do que estava em primeiro *
“ Suba as escadas Nira, não há espaço pra nós dois aqui...”

Nira : “ Mas e você?!!”

Narrador: “Dipe não dá ouvidos a amiga e parte na direcão dos cães, o primeiro cão se aproxima e logo é acertado na altura do pescoço pelo bastão fazendo o recuar um pouco atordoado, o próximo cão salta por cima do primeiro mirando o peito de Dipe, seu rosnado mostra o quanto estavam treinados para protegerem aquele lugar.
Dipe se encosta na parede lateral fazendo o cão passar direto por ele, antes que o mesmo conseguisse voltar ele apoia seu bastão no primeiro e salta sobre ele derrubando-o no chão, agora corre na direção dos outros dois que se aproximavam latindo enfurecidos.

O segundo cão continua sua trajeto e parece esquecer do lobo, agora mira a garota de cauda que aparecia desesperada no começo do corredor.

Nira : “ Ahh..ele ta vindo pra cá..que que eu faço ??”

Narrador : “O cão se aproxima de Nira e já prepara as presas desferindo uma forte mordida, qual é a surpresa ao ver que nada havia acertado, a felina havia saltado para cima se agarrando à escada, agora fazia força com os braços para manter suas pernas longe do cão logo abaixo dela”

!! AAUR AAUR !! GRRR GrrR !! AAUR !!

Narrador: “Dipe veste seu capuz de lobo e percebe um recuo do ultimo cão, porém o mesmo não acontece com o terceiro que pula na direção de Dipe mordendo-o no braço sacudindo com-o força.”

Dipe : “ maldito...!!”

Narrador : “ Dipe aproveita o balançar da cabeça do cão e o arremessa na parede ao lado, antes que o cão chegasse ao chão ele o acerta com o bastão na altura da barriga adormecendo o bichano...se prepara então para o quarto que, para sua surpresa não lhe apresentava mais nenhuma ameaça, ele está parado sentado sobre as duas patas olhando-o e por um momento passa a abanar o rabo.”

Dipe : < .... > * Vira-se e corre na direção de Nira *

Narrador : “ Antes que pudesse alcançá-la o primeiro cão já havia se recuperado e estava novamente a postos na frente de Dipe, nem mesmo seu capuz de lobo o intimidava, logo atrá dele conseguia ver o segundo cachorro pulando e rosnando tentando morder as pernas de Nira, essa as vezes desferia alguns chutes acertando-o na cabeça o que só o deixava cada vez mais enfurecido.”

Dipe olha pra trás e vê que o quarto cão continua sentado, ao perceber que Dipe o olhava passa a abanar o rabo ameaçando ir na direção dele.

O segundo salta sobre Dipe, este se agaixa e levanta no momento que o cão passava pela suas costas sendo arremessando pra trás, o cão logo se levanta e corre na direção do seu agressor, Dipe posiciona o bastão e desfere alguns golpes mesmo sem acertá-lo apenas deixando-o longe dele, enquanto isso vai se esgueirando para trás se aproximando aos poucos de onde Nira estava.

Nira : “ Ah..meus braços já não estão mais aguentando..se eu cair aqui nem quero pensar no que pode acontecer” * continua desferindo alguns chutes *

Narrador : “O cão por sua vez se cansa de tentar alcançar a felina e vira-se na direção do corredor vendo Dipe de costas partindo em disparada, ao ver aquilo Nira se solta da escada e corre na direção do cão.”

“Dipe empurra a cabeça do cão à sua frente com o bastão pro lado e aproveitando o movimento o golpeia acertando-o bem acima da cabeça, deixando-o desmaiado antes de se virar Dipe ouve os latidos muito próximos de suas costas e percebe que não teria mais tempo de se virar, nesse momento Nira consegue alcançar o cão passando lhe uma rasteira nas patas traseiras bem no momento que este iria saltar. Quando Dipe se vira ve o cão caído à sua frente que logo é acertado na cabeça pelo bastão e também adormece.”

Nira : * respira...respira * “ Essa foi por pouco hein ?”
Dipe : * segurando o braço mordido, sentando no chão *
“ Pois é, fico lhe devendo uma.”
Nira : “ Deixe-me ver seu braço, vai precisar de alguns curativos aqui hein ?”
Dipe : “ É, aquele cão me pegou de jeito aqui, vou precisar descansar ele um pouco....”

Narrador : “ Eles sentem uma presença próximo à eles, e notam o cão se aproximando ele pára ao lado de Dipe e lambe a ferida em seu braço, abanando o rabo em seguida.”

Nira: “ Ah....parece que voce ganhou um amiguinho Dipe” * tentando se manter afastada, sentindo arrepios *

Dipe : “ Um bem forte por sinal...acho que ele pode nos ajudar em algo, o que acha ?’ * fazendo carinho na cabeça do cão *

Nira : “ É...bem...veremos, veremos” * fazendo sinal pra que Dipe se levantasse e continuasse a andar pelo corredor”

Narrador : “Os três seguem então pelo corredor, o cão na frente Dipe logo atrás e Nira se desviando dos cães que estavam caídos pelo chão.
O corredor os leva até uma sala mais ampla com um mesa no meio dela, pelo caminho percorrido eles estavam agora embaixo da sala onde as garotas haviam derrotados os guardas, ela permanecia vazia neste momento porém as duas portas desta sala estavam escancaradas parecia que alguém havia saído dali correndo e deixado-as daquele jeito. Nira observa por uma porta e Dipe se direcionava para a outra, o novo amigo se posta num canto da sala e parecia farejar algo.

Dipe: “Ei cachorro, venha aqui !” * abanando com a mão *
Nira: * parando de observar por um momento * “ Assim também não né Dipe, você tem que chamar ele direito, ou pelo menos pelo seu nome...”

Dipe: “ Ah claro, como se eu soubesse o nome dele né..”
Nira: “ Então invente um agora ueh..” * voltando a observar as passagens*

Narrador : “ Dipe vai até o cão e se ajoelha perto dele”

Dipe : “ Bem amigo, acho que precisamos te dar um novo nome, assim vai ficar mais fácil de nos entendermos, o que acha ?”

Narrador : “O cão vira a cabeça de lado, atento ao que Dipe lhe dissera, este então pensa em alguns nomes.”

Dipe : Humn..o que acha de * pensa em algum cachorro de algum desenho animado * Banzé ?”

Narrador : “ O cão solta um grunhido e vira-se de costas”

Dipe : < ih..não gostou pelo jeito > * observa o cão e nota uma mancha em seu traseiro *
“Que tal.. “ Bolinha” ?”

Narrador : “ O novo amigo parece despencar no chão, os nomes estavam indo de mal a pior”

Dipe : “ Aiai..tem que ser um nome mais forte...o que acha de “ Fighter” ?”

Narrador : “ As orelhas do cão se levantam, mas logo sua cabeça olha pra outra direção demonstrando falta de interesse, Nira estava apoiada de costas na parede observando a cena”

Dipe : “ Tá bem, tá bem...então.. * olha em volta, pros computadores e algumas máquinas*

“ Phantom” que tal ??

!! AU AU AU!! * se levantando do chão *

Dipe : “ Há há, então esse é seu novo nome amigo” * fazendo carinho em sua cabeça *

Narrador : “ Dipe volta a se encostar na parede e o cão o segue permanecendo ao seu lado, Nira observa aquela cena e admira a pequena cumplicidade formada ali entre os dois em tão pouco tempo, em seguida volta a observar a passagem”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Duh
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 402
Data de inscrição : 09/11/2009
Idade : 30
Localização : Bringstom

MensagemAssunto: Re: História de todos   Ter Jan 05, 2010 5:18 pm

Narrador: “Jeremy conclui sua investigação, tira um pendrive do bolso do paletó e salva arquivos que ele acha importante, ele ouve o som de passos, rapidamente retira o pendrive e saca sua arma ele se esgueira ate a porta para observar quem se aproxima.”

Jeremy <Guardas!!!> *Jeremy observa que eles estão armados apenas com cassetetes* < É desperdício usar arma contra esse “comedores de rosquinha”>

*Jeremy então guarda sua arma e estrala os dedos se preparando para brigar, ele coloca novamente seus óculos escuros e se aproxima do guardas na maior cara de pau*

Guarda: “Ali tem um deles!!!”

Narrador: “ Os guardas vão para cima de Jeremy, havia cinco deles, mas Jeremy parecia não se importar com desvantagem numérica, apenas sorria com seus óculos escuros, o primeiro segurando a lanterna vai pra cima de Jeremy com um cassetete ele tenta golpeá-lo mas Jeremy defende com a esquerda, Jeremy passa a perna direita por trás do guarda e com a mão direita o empurra, fazendo o guarda cair nos chão, ainda não satisfeito Jeremy chuta o guarda, o seguinte se aproxima, Jeremy se move como agilidade, seu movimentos lembram um tigre, afinal foi treinado no estilo tigre do kung –fu, o pobre guarda mal conseguia se defender dos socos de Jeremy, até que Jeremy o golpeia no rosto e estoura o nariz, em seguida os outros vem pra cima de Jeremy que chuta o estomago do mais a frente que cai com o impacto do chute o outro tenta golpear e Jeremy se abaixa para se esquivar do golpe ele gira corpo e acerta um chute no terceiro, apesar de lutar bem Jeremy acaba sendo cercado” _ “Hahaha!” “Começavam gargalhar os guardas, inesperadamente um deles recebe um chute no baço, Aya havia o atingido.”

Aya: “Há!! Salvei sua vida Jery!” * Diz Aya toda sorridente*

Jeremy: “Como assim estava tudo sob controle!” *Diz Jeremy contrariado*

Narrador: “ Jeremy se posiciona de um lado e Aya do outro, Jeremy parte para cima do guarda socando-lhe o inchado estomago, o guarda fica atordoado e Jeremy finaliza com um chute na orelha, Aya salta por cima do guarda indo pousar em seus ombros, então Aya joga o peso de seu corpo pra trás erguendo o guarda preso em suas pernas , ela apóia as mãos no chão e faz o guarda arrebentar a cabeça no chão com seu golpe.”

Aya: “Yeah! Acabamos com eles!!” *Diz Aya pulando de alegria”

Jeremy: “É! Mas temos mais coisas importantes pra fazer do que ficar surrando esses ‘comedores de rosquinha’, vamos temos que encontrar os outros!” *Diz Jeremy tomando a frente e seguindo o mapa*

Aya: “ Mas por que tanta presa ??”

Jeremy: “ Aquela sala onde eu estava era a central de controle da usina, assim pude verificar o problema do apagão!!!”

Aya: “ Hmm... Mas é tão grave assim?”

Jeremy: “Sim ... Por que não foi acidente e sim uma sabotagem!!”

Aya: “Sabotagem...?” * Aya faz uma cara de confusa*

Jeremy < Mas de que mundo essa garota veio??>

Jeremy: “ Sim isso significa que alguém provocou o apagão de propósito!”

Aya: “ AAhhh mas por que alguém faria isso?”

Jeremy: “ Boa pergunta...”

Jeremy: “ Só espero que Dipe e Nira estejam no lugar marcado, vamos pra lá!!”

Narrador: “ Jeremy e Aya seguem para o lugar onde marcaram de encontrar com Dipe e Nira, ao chegar lá eles tem uma surpresa uma criatura a primeira vista humanóide, mas com uma fisionomia aberrante, enormes asas de morcego um par de chifres na teste cabelos negros, tatuagens pelo peito e rosto e umas correntes que vão das pernas até as afiadas garras de sua mão.”

*Ao ver aquilo Aya fica atrás de Jeremy e gritando histericamente*

Aya: “AAAAAHHH, MAS QUE BICHO FEIO É ESSE???”

*Jeremy apenas fica frustrado por Aya estragar a sua furtividade, no entanto ele tateia seu paletó pra ver se ainda esta com sua arma*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://legacyofpeace.forumeiros.com
Lukas Kaydashi
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 248
Data de inscrição : 15/11/2009
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: História de todos   Qui Jan 07, 2010 2:57 pm

Narrador: Enquanto o kaydashi...

Kaydashi:_ "Aiiiiii... Minha cabeça tá doendo... Eu ainda vou matar akela mina". (se levantando com a mão na cabeça...) "Afinal cadê eles?" (olhando em volta)

Narrador: meio perdido da situação, Kaydashi começa a vasculhar o local até que ele percebe uma escadaria que não estava ali quando ele chego. Se abaixa e começa a farejar,em seguida coloca suas orelhas de gato na escadaria...

Kaydashi:_ ( Sentado com as pernas e braços cruzados) Bom já cheguei até aqui... Vamos lá! (Pula a escadaria a baixo...)

Narrador:
Chegando lá, Kaydashi ve akele corredor estreito e com um cheiro forte que não o agradava...

Kaydashi: < Esse cheiro não são daqueles dois... Aiii tomara que não seja o que eu to pensando...>

Narrador: Kaydashi segue em frente incomodado com o cheiro. De repente ele avista um cachorro desacordado no canto da parede, da alguns passos a frente e avista mais cachorros desacordados.

Kaydashi:_ ( andando com os braços cruzados e com os olhos fechados)

Narrador: Acidentalmente Kaydashi pisa no rabo de um cachorro fazendo ele acordar com raiva...

Kaydashi: "hehe... Calma aee amigo" ( colocando suas mãos na frente, suando com medo de que ele avançasse)

Cão: "ARGHHHH! AU! AUUUU"!

Narrador: O latido do cachorro fazia éco fazendo acordar todos os cães que estavam desacordados...

Kaydashi: "Aiiiii meu Deusss! FUDEU!"( começando a correr)

Todos os Cães: AUUU! AUUU! AUUU! AUUU! AUUU! ( correndo em direção do garoto)

Narrador: Em quanto isso Dipe e Nira...

Nira: "Vamos Dipe, para de brincar com o Cachorro..."

Dipe: "Ok, para aee amiguinho, não temos tempo a perder..."

Narrador: Segundos depois Nira ouvi latidos, e cada vez mais os latidos ficavam mais altos.

Nira: "Ohh Ohh Aqueles cães já devem ter acordado, vamos depressa..."

Dipe: "Mais já? eu acabei de nocautea-los..."

Nira: "eu ouço passos se aproximando tambem..."

Dipe: "Será que é os guardas?"

Nira: ( olhando quem está vindo...) "Pode ter certeza que não são guardas" ¬¬

Dipe: "Então é..."

Kaydashi: (Pulando em cima de Dipe) "SOCORROOOO!!!"

Dipe: "Qual é? Dá pra sair de cima de mim..."( com um tom nervoso, jogando Kaydashi pra cima de Nira)

Kaydashi: "Tira eles de perto de mim..."( Chorando desesperado, agarrado em nira...)

Nira: "Qual é? SAI DE CIMA DE MIM!!" ( tacando Kaydashi no chão com raiva...)

Kaydashi: "Xô seus Malditos..."( indo pra atrás de Nira e
Dipe)

Narrador:
Em seguida Phantom fica brincando com a cauda de Kaydashi...

Kaydashi: "Eu odeio cachorros..."( Desmaiando de medo).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kirx
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 489
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 37

MensagemAssunto: Re: História de todos   Dom Jan 10, 2010 8:47 pm

Narrador : “Estavam juntos os três novamente, desta vez os cães já adentravam a sala e se posicionavam cercando os intrusos.”

GRrrRR !! AUU AUU !!

Dipe : “Tsc! Denovo esses cães, pelo jeito Kaydashi quem os acordou...ei Nira...deixo-os com você ok ?”

Nira : “O QUÊ ?!!! Você tá louco? Como vou lutar com todos esses cães ? * olha pra ele * Voce sabe que eu morro de medo de cães, não sabe ?!”

Dipe : “Sei sim...mas sei também que você pode conseguir.”
* lança um olhar confiante para a amiga *

Nira : “Hunf !! Mas e voc....”

Narrador : “Antes que Nira completasse sua pergunta, ela vê Dipe colocar Kaydashi nas costas e chutar a porta à frente, antes de passar por ela ele se vira novamente pra sala e chuta uma das mesas na direção de um dos caes acertando-o em cheio e o prendendo contra a parede.”

Dipe : “Melhorou assim ?” * olha pra Nira e parte em disparada junto de Phantom, antes de sair da sala vê que a garota se colocava em posição de luta e suas listras ficavam a mostra*

Narrador : “Na outra parte da usina, Jeremy e Aya estavam em apuros, Altair os fita se aproxima lentamente na intenção de aniquilá-los, Aya continua gritando estérica e Jeremy parece não conseguir encontrar a arma no colete, quando ouve-se um estrondo em uma das portas da sala.”

Altair : “OhH ! Hehe, eles não param de chegar !!”

Narrador : “Era Dipe, carregava o amigo nas costas enquanto Phantom se punha em posição de ataque rosnando ferozmente para o inimigo de chifres à sua frente, antes que pudesse cair no chão do chute desferido na porta Dipe arremessa Kaydashi na direção de Altair interrompendo sua investida em seus amigos.”

Altair : “ O que quer com isso humano ?”
* antes que o corpo de Kaydashi o atingisse, ele se defende com o braço direito e golpeia o garoto no estômago com a esquerda, arremessando-o para longe dele *

Narrador: “Ao bater nos painéis, o garoto acorda assustado”

Kaydashi : “ AHM ? !! O quê aconteceu ?? Eu não gosto de cães não hein..arf arf...”
*ofegante *

Narrador : “O garoto então se acalma e olha ao redor, o que ele vê é Dipe rasgando um pedaço de sua camisa e a enrolando no braço machucado encarando Altair com expressão de fúria nos olhos, ao terminar ele saca seu bastão e põe-se na defensiva enquanto Phantom continua a rosnar aguardando a ordem de seu novo amigo.”

Jeremy : * sem tirar os olhos de Altair * “ Ei Dipe, só vieram vocês dois ? onde está Nira??!”

Narrador : “Por um instante o lobo hesita em responder, mas logo dispara”

Dipe : “ Ela logo estará aqui também”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thay
level 3
level 3
avatar

Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 28
Localização : Hollem

MensagemAssunto: Re: História de todos   Dom Jan 10, 2010 10:16 pm

Narrador: “ Os cães começam a rodear Nira, ela permanece atenta, suas listras já estavam presentes em sua pele, inclusive seu cabelo e olhos já estavam brancos tal como a neve, ela sabia que não seria fácil enfrentar seu medo, mas ou era isso, ou ela não sairia viva dali.”

Nira: * Observa os outros dois cães perto dela rosnando* “ O que vocês estão esperando??” * mostra-lhes os dentes desafiando ambos*

Cão I: * avança em Nira indo em direção a sua perna*

Cão II: * salta para alcançar o pescoço dela*

Nira: * salta para trás, chutando a cabeça do I e conseguindo fazer com que o II passasse reto por ela*

Narrador: “ Nira ao ficar novamente de pé encara-os nos olhos, sabendo que isso os irritaria...”

Cão II: * assim que encosta as quatro patas no chão se vira e salta novamente pra cima de Nira* “ GrRrRrRrRr!!!!”

Cão I: *sacode a cabeça tentando deixar de ficar zonzo*

Narrador: “ Nira é pega de surpresa pelo II cão que a atinge em cheio em seu ombro esquerdo a derrubando no chão. Ele permanece em cima dela, e ela segura seu pescoço para que ele não conseguisse morde-la”

Nira: < Droga droga!!!> * sua pupila afina * “Sai de cimaaa!!! Cão idiota!!!”

Narrador: “ Com suas pernas Nira chuta o cão longe – mais precisamente na parede em que o outro estava preso”

Cão I: * voltando a ficar normal morde a cauda de Nira que ainda estava deitada no chão*

Nira: !!! Aaaaaiiiiii !!!

Narrador: “Quando o II cão bate na parede, a mesa que segurava o III cão se afasta, libertando-o”

Nira: * começa a desferir chutes na cabeça do cão* “Me larga maldito!!!”

Cão I: * desvia de alguns chutes e morde com mais força a cauda de Nira, fazendo-a sangrar um pouco*

Narrador: “ O III cão corre em direção de Nira, já latindo ferozmente com o que Dipe fizera com ele, e ao percebê-lo ela ...”

Nira: < Argh.. tenho que levantar!!>

Narrador: “Ainda com o outro cão mordendo sua cauda ela se levanta, mas não consegue desviar do III que a morde fortemente em seu braço direito”

Nira: * com o III pendurado ela balança seu braço e bate as costas do cão com toda sua força na parede, fazendo-o largar dela*

Narrador: “Ela balança sua cauda – levantando-a e abaixando-a novamente, acertando o cão I várias vezes no chão e num último tranco ela o joga pra cima – fazendo com que ele passasse por cima de seu corpo – ao vê-lo passar ela em seguida salta e chuta o abdomen do cão, lançando-o pra perto do II que agora estava se levantando”

Nira: *coloca a mão no ferimento que tinha no braço tentando diminuir o sangramento enquanto esperava o II chegar mais perto*

Cão II: * chega perto dela, mas desta vez apenas a encara rosnando*

Nira: < Ué, porque ele não avança?>

Narrador: “ O I e o III cão se levantavam e agora se aproximavam dela, também rosnando”

Nira: * fica atenta com os três*

Narrador: “ O cão II é o primeiro a ir pra cima de Nira – ela coloca suas garras para fora e ao perceber ele saltando em sua direção ela desvia e lhe dá um soco no estômago, lançando-o no chão. O I imediatamente avança pra cima dela, pegando desta vez em sua perna, arranhando-a e em seguida a mordendo, deixando vários ferimentos em sua pele – ela o chuta com a perna esquerda fazendo-o largar dela, o III cão salta em suas costas – arranhando-a ali também e conseguindo derrubá-la.”

Nira: *se vira rapidamente de frente e sente o II cão voltando e mordendo-lhe o braço esquerdo desta vez, enquanto isso com apenas uma mão impedia o III de lhe morder o rosto*

Narrador: “Ela lança o III cão em cima do II e se levanta rapidamente, indo em direção a parede, se colocando atrás da mesa que Dipe chutara – tomando um fôlego”

Cão I: * chega perto da mesa e começa a latir furioso para Nira, mostrando-lhe seus dentes ainda com um pouco de sangue que sem dúvida era dela*

Nira: *observa os outros dois correndo em direção a mesa*

Narrador: “ Antes que os dois cães saltassem por cima da mesa, Nira a empurra na direção deles, acertando o cão I em cheio, lançando-o nos outros. Ela então corre na direção deles, pega o I pelas costas, segura-o firme...”

Nira: * corre em direção da parede, salta, pega impulso novamente ao colocar seus pés na mesma e mergulha pro chão, batendo a cabeça do cachorro e todo seu abdomen...matando-o*

Narrador: “Nira não gostava de matar animais, mas nesse caso, ela não tinha outra alternativa”

Nira: * larga o cão ali e se afasta*

Cão II: * chega perto de seu amigo e ao cheirá-lo percebe que este havia morrido, deixando-o mais nervoso*

Cão III: * uiva pelo amigo e corre em direção de Nira*

Narrador: “ Os cães agora pareciam estar agindo juntos, o cão III ia na frente enquanto o II permanecia logo atrás, Nira não entende o que eles iriam fazer, mas continua atenta. Ambos os cães saltam em sincronia, conseguindo com que o II tomasse impulso nas costas do amigo – empurrando novamente o cão III no chão – enquanto o II atingia o ombro direito de Nira desequilibrando-a.”

Cão II: *pousa normalmente no chão e observa Nira*

Nira: *coloca a mão no ombro e ao tirá-la vê sangue escorrer por entre seus dedos e pingar no chão* * fecha os olhos sentindo as dores de cada ferimento*

Narrador: “A visão de Nira passa a ficar um pouco turva, por conta de todos seus ferimentos e do sangue que estava perdendo, entretanto ela continua de pé e desta vez...”

Nira: * corre pra cima do cão III que estava a sua frente*

Narrador: “ Ela lança seu corpo pra frente e ao impulsioná-lo, dá uma pequena cambalhota no ar e acerta as costas do cão com sua perna esquerda, em seguida ainda agachada ela arranha-o e lhe dá um soco na cabeça, deixando-o desacordado”

Cão I: * salta por cima de Nira e lhe morde a perna esquerda algumas vezes*

Nira: “Idiotaaaa!!! Sai daquiii!!!” * chuta o cão com força contra a parede, mas ele permanecia acordado e voltava para atacá-la. Ela se levanta*

Narrador: “ Quando o último cão chegava perto, Nira lhe dava chutes, mas estes não o acertavam, e o cão ia a cada investida tentando mordê-la”

Nira: “Porque você não vai embora? Cão idiota!!!”

Narrador: “Com sua visão turva, agora ao invés de ver apenas um único cão ela via dois – um era o verdadeiro, e o outro apenas a distorção de sua visão- o que a deixava um pouco preocupada por ter que escolher de qual dos dois ela iria se defender sem saber qual seria o verdadeiro”

Cão I: * percebe a desorientação de Nira e salta em direção ao seu braço direito*

Nira: *vê ambos os cães saltando, e por não saber qual seria o certo, ela não se movimenta, mas com sua mão esquerda tenta desferir um soco no que estava vindo em direção ao seu braço esquerdo*

Narrador: “Por Nira ter feito a escolha errada, o cão consegue mordê-la em seu braço direito, deixando seu ferimento existente um pouco mais fundo”

Nira: !!!Aiiii Aiiiii Filho De Uma Cachorra!!! * puxa-o com a mão esquerda, o que o faz forçar ainda mais sua mandíbula na pele dela, mas consegue tirá-lo*

Narrador: “Nira agora com o cão em suas mãos lança-o pro alto e quando ele está quase atingindo o chão ela chuta seu abdomen aumentando a intensidade de sua queda, o que o deixa inconsciente”

Nira: * se senta no chão exausta* < Eu não quero ver cachorros na minha frente por um bom tempo>

Narrador: “Ela se lembra que tinha que encontrar seus amigos no local combinado, e com muito esforço se levanta, mas por estar muito machucada - com vários cortes em seus braços, pernas, ombro e inclusive sua cauda - ela vai andando lentamente para fora da sala se apoiando sempre na parede, deixando algumas marcas de sangue na mesma.”

Nira:

Narrador: “ Num dado momento no corredor, suas listras começam a sumir rapidamente, seus olhos e cabelos voltam ao normal, sua visão agora piorava, deixando tudo mais escuro do que já estava, ela não mais conseguia se manter em pé, e Nira caia então desmaiada.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kirx
level 4
level 4
avatar

Mensagens : 489
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 37

MensagemAssunto: Re: História de todos   Sex Jan 15, 2010 9:39 pm

Altair : “Haha, pelo visto trouxe belos reforços, não é rapaz ?”

Narrador : “Jeremy continuava a procura de algo dentro do paletó, e sente as mãos segurar algo metálico em ambos os bolso do seu traje”


Jeremy : “Pois é, mas creio não precisar de seus esforços !!”

Narrador : “Jeremy então saca as duas pistolas e parte pra cima de Altair, tal atitude parece espantar nossa amiga.”

Aya : “AhhHH !! Quê é isSOO ??!!”

Narrador : “Jeremy dispara na direção de Altair, que dá um passo pra trás e rebate o tiro com uma de suas correntes, os disparos continuam e pode se ouvir as correntes rebatendo cada um dos tiros dado pelo rapaz.”

Altair : “Desista disso rapaz haha”

Narrador : “Altair avança sobre Jeremy segurando-o pela cabeça e o arremessando longe fazendo o bater nas grades e cair um pouco atordoado, no mesmo momento aproveitando a guarda aberta do mutante, Aya salta e desfere um chute em seu rosto acertando-o em cheio, antes de cair no chão ao passar pelo monstro desfere uma cotovelada em seu pescoço e outro chute nas costas, o impulso faz com que Altair se desequilibre para frente, mas antes que caísse, suas correntes se enrolam na perna de Aya que é jogada em seguida pro andar de cima da usina. O lobo preparava sua investida quando algo o surpreende.”

Dipe : “Mas o que é aquilo ??!”
Phantom : “GrrR !! AU AUUU !!”

Narrador : “Quando Altair se vira para Dipe, este percebe algumas correntes de eletricidade correndo por fora do corpo do mutante que indaga:”

Altair : “Veja humano * abrindo e fechando o punho na frente do rosto *uma grande carga de poder...esta usina me proporcionou tudo isso, e agora eu tenho poder de sobra, inclusive pra acabar com todos vocês hahaha !!”

Narrador : “A sala onde estavam era onde ficava o gerador principal da Usina, era possivel ve-lo amassado e destruído, finalmete ficou claro o que havia acontecido com a cidade naquela noite”

Dipe : “Então foi você !! Tem noção do caos que está lá fora agora, tudo por causa dessa sua ambição tola ??!”

Narrador : “Enquanto conversam, Kaydashi se movimenta lentamente para trás de Altair”

Kaydashi : < Há, pega esse mutante, está tão entretido na conversa que nem percebe que vai ser atacado pelas cost... >

SLASHH !! ZZIITHS

Kaydashi : “UUAHHH !! pára com esse choque..como isso dói !!”

Altair : “Fique onde está humano, posso sentí-lo se movimentar mesmo sem vê-lo, com toda essa energia meus sentidos se aguçaram, isso é fantástico.”

Kaydashi : “AH é mesmo ? Vamos ver se é verdade então !!”

GARRAS DA DESTRUIÇÃO

Narrador : “ Altair defende o golpe com as duas mãos, mas este fora lançado apenas como pretexto de distrair o inimigo, Kaydashi já saltara pro ar e cai com as garras pra cima do mutante que novamente se defente, os dois passam a trocar golpes, ora se defendendo ora se deixando acertar porém os golpes de Kaydashi parecem não surtir tanto efeito.”

Kaydashi : < mas o que é isso, cada vez que eu encosto em seu corpo, sinto a eletricidade passando pra mim enfraquecendo meus golpes, não posso desistir agora que cheguei perto dele > “ AhHHH !!”

Narrador : “Kaydashi salta com os dois pés no peito de Altair, jogando-o para trás
então um enorme brilho de eletricidade sai com o impacto do golpe fazendo Kaydashi cair ao chão”

Kaydashi : * esfregando as pernas *

“ Uhh..aHh..minhas pernas estão ficando dormentes, que choque foi esse aaaHhh...”

Narrador : “Dipe que até então observava tudo parecia entender o que estava acontecendo e parte pra cima de Altair, ele evita encostar no inimigo e usa apenas o bastão, golpeando as costelas do mutante. Altair desfere socos em Dipe que se desvia sentindo as faiscas de eletricidades tocarem próximo do seu rosto, apoia o bastão no chão e sobe com o pé na direção de Altair indo para um chute certeiro, quando seu pé parece apenas acertar o ar, Altair havia desaparecido.
Ainda no ar Dipe procura pelos lados mas nada encontra quando uma voz o alerta:”


Jeremy : “ATRÁS DE VOCÊ DIPE !!

* faz um sinal dentro do paletó para o amigo *

Narrador : “Tarde demais, uma mão agarra a perna de Dipe ainda no ar deixando o pindurado de cabeça pra baixo, o lobo sente um punho bater em suas costas com violência descarregando nele uma boa dose de eletricidade.”


“AaaARRGHHH !!!”

Phantom : “AU AUUU !! GrRR” * parte pra cima do mutante *

Narrador: “O cão segue avançando na direção de Altair como se tivesse sentido
a descarga elétrica junto com Dipe, com uma das mãos o mutante passa a lançar bolas de eletricidade tentando acertar o cachorro que segue avançado e pulando lateralmente se desviando de cada descarga elétrica. Ao ver o cão se aproximando Dipe gira seu corpo rotacionando seu tronco e acertando um chute certeiro no pescoço de Altair ao mesmo tempo que Phantom pula e o morde na perna.

Ao se soltar das mãos do mutante, Phantom também larga a perna que mordia, e ao cair no chão Dipe usa o bastão e golpendo a perna mordida de Altair que grita de dor”

AaaHHHR malditoOOO !!

Narrador : “Altair furioso estende as mãos para agarrar Dipe abaixo dele...”


Dipe : * olha pra trás na direção das grades *

< Obrigado pela dica amigo >

“ AGORA JEREMY !!”

Narrador : “ O espião já estava de pé somente esperando a deixa, segue disparando com as pistolas acertando todos os tiros nas costas de Altair fazendo com que as correntes presas em suas costas se rompessem caindo ao chão perdendo a utilidade.”

Aya : * gritando do segundo andar * “ Boa Jeremyyy, uhuuull”

Kaydashi : “ Que cê tá fazendo ai menina, desce aqui pra ajudar também !! “
Aya : < ?? > “ Te conheço ?”
Kaydashi : < grr >


Narrador : “Altair agora furioso, antes que ele iniciasse seu ataque Jeremy e Dipe se aproximam tentando um diálogo”

Dipe : “Ei, porque está fazendo tudo isso humn ? Olhe a destruição que está causando.”
Jeremy : “Não quer discutir uma trégua ? Desista disso e o deixaremos ir embora, esses danos na usina podem ser reparados, mas se tudo isso continuar muitas vidas correm perigo.”

Narrador : “Aya desce do segundo andar e se aproxima junto com Kaydashi”

Kaydashi :
< hehe essa conversinha toda está fazendo minha perna voltar ao normal >

Altair : “Vocês possuem o poder que nós mutantes tanto buscamos, não vou deixar que nada me atrapalhe...”

Aya : “Mas pense no..”

Altair : “CALE A BOCA !!”

Narrador : “Altair desaparece e logo se vê flashes de luz passando entre os amigos que são golpeados por eles e jogados ao chão, ao se levantarem são novamente golpeados.”

Dipe : “Droga Jeremy, o cara não nos ouve, e agora também não podemos vê-lo...”
Jeremy : “uhhrg ...tsc..ei Dipe..veja o Phantom !”

Narrador : “O cão permanecia acuado, porém atento ao que se passava, sua cabeça se movia para varias direções e seus olhos pareciam seguir algo, Jeremy atento aos movimentos do cão consegue decorar a ordem preparando suas pistolas para um ataque crítico e certeiro, Aya também estava atenta ao que Jeremy preparava para fazer, quando um brilho estalou em uma das grades Jeremy se levanta e salta para o centro da sala, Aya salta também um pouco mais atrás conseguindo encurralar Altair enquanto este passava.”

Altair : “Voces não desistem mesmo né, desta vez voces....” < HÂ ?? >
Jeremy : * arma apontada embaixo da cabeça de Altair *
“ fim da linha pra você mutante...Adeus !!”

CLICK !!

* Silencio *

“click, click..click”

Narrador : “As balas de Jeremy tinham acabado a risada de Altair ecoava pela sala”

Altair : “AHAHAHA sumam suas baratas nojentas!!!

* mãos iluminando de energia *

Narrador : “Altair lança uma cotovelada pra trás tentando acertar Aya, que se esquiva com agilidade, e com o joelho mira as costelas de Jeremy que larga suas armas e se apoia no joelho do mutante lançando seu corpo para trás sem ser acertado, no mesmo momento Dipe surge desferindo um golpe com bastão no rosto de Altair que ao ser acertado segura o bastão e o arremessa pra longe tentando em seguida acertar o lobo que se defende sentindo a eletricidade passar pelo seu corpo.”

Dipe :

Kaydashi : * saltando pro ar *

!! GARRAS DA DESTRUIÇÃO !!

Narrador : “Antes que o golpe alcançasse o vilão, Jeremy corre até Altair chutando-lhe as pernas tirando-lhe o equilibrio fazendo-o ser atingido em cheio pelo golpe sendo arremessado longe, entrando no meio das ferragens da usina.”

Aya : < Ai meu Deus, então era esse o golpe que quase me acertou la no telhado ??? credo ! >

Narrador : “A poeira começa a baixar e o silêncio se instaurar na usina, ao fundo podiam s ouvir algumas sirenes, alarmes disparados e nos andares de cima alguns guardas assistiam a luta desesperada dos amigos na tentativa de parar Altair.”

Dipe : “Ei pessoal, estão todos bem ?”
Kaydashi : “Acho que sim, ainda me sinto um pouco dormente, esse cara é estranho..ele dá choque a todo momento” * balançando as orelhas *

Phantom : “AU AU AU !!”
Dipe : “O QUÊ ?”

Narrador : “Uma bola de eletricidade se forma rapidamente no meio das ferragens e é lançada na direção dos amigos. Jeremy que estava um pouco longe, corre na direção e salta na frente de Aya.”

TZZZzzTT !! BUMMM !!

ARrHGG !!!

Kaydashi : “OH Meu Deus !!!”

Aya : * perdendo a consciencia < ... ah...Jeremy...> “ ..porque voce fez is.....”

Narrador : “Ambos caem desacordados, e antes que Dipe e Kaydashi se virassem para os escombros, alguns ferros voavam em suas direções, um deles acerta Kaydashi no estômago e outro vai na direção de Dipe que salta por ele, mas no mesmo momento é golpeado nas costas por outra barra que era segurada por Altair, em poucos segundos todos estavam no chão derrotados restando apenas o cão que rodeava a arena latindo e rosnando.”


Altair : “UUFA..finalmente todos se foram....vermes !!

* alongando os braços e pescoço *

Narrador : “O silencio novamente se instala, apenas os latidos de Phantom agora próximo a Dipe podia ser ouvido, não muito longe dali a algumas salas de distância podíamos ver o corpo de mais alguém caido no chão que até a pouco mostrava suas listras negras e cabelos brancos.”

Nira : * abre lentamente os olhos * < ai minha cabeça >
* senta-se e encosta na parede tentando reconhecer o local onde está *

“ Nossa, ...aiai o que são todos esses machucados ?”

Narrador : “A garota vai aos poucos recobrando a consciência”

Nira : “Nossa, será que já acabou tudo ? Que silêncio é esse ?”
É mesmo, eu estava lutando com os cães, preciso ir por ali, é pra lá que marcamos com o Jeremy”

* se levanta e começa a caminhar *

Narrador : “Alguns minutos se passam e Nira chega até a sala”

Nira : * observa a sala *

“Humn...um, dois...três cachorros caídos? ...aiai era pro outro lado que eu tinha que ir.”


Narrador : “Dipe e Jeremy são os primeiros a recobrar a consciência, logo depois Aya e Kaydashi , estavam todos bem machucados e pareciam se comunicar por telepatia, apenas se olhavam com os braços largados na frente do corpo e o tronco levemente inclinado pra frente.”

Dipe : < Temos que atacar todos ao mesmo tempo, mas ainda assim não é o suficiente, precisamos de mais alguém pra nos ajudar >

“ hehe...é isso ai amigão, vamos tentar mais um vez” * olhando pro Phantom *

Narrador : “Com um sinal positivo com a cabeça Jeremy entende o recado e também se prepara, este era a ultima tentativa de todos eles.”

Altair: * olhando por cima dos ombros *

“ Ai estão vocês de novo, espero que não voltem nunca mais.”

Narrador : “Dipe avança na direção de Altair e começa a trocar socos com o inimigo, se desvia de alguns e consegue acertar um direto na costela fazendo Altair se curvar, em seguida lhe dá uma cabeçada, nesse mesmo momento Jeremy e Kaydashi também se aproximam correndo, Jeremy pisa na perna esquerda de Altair apoiando sobre a coxa e desfere um chute acertando suas costas, ao desiquilibrar o mutante, ambos os amigos o agarram pelas pernas segurando-o com força”

Altair : “ARGh me soltem malditoos !!”

Narrador : “Quando ia desferir um golpe em Dipe e Jeremy, Kaydashi salta sobre seu braço direito se pindurando nele e segurando-o com força.”

Kaydashi : “ Ah mulequi, agora vaiii “ < uhhh aahh! Esse choque ainda continua me machucando >

Aya : “Ei, esperem por mim também né”
* correndo na direção de todos *

Narrador : “A garota dá um salto mortal caindo com uma das pernas estendidas acertando Altair de cima pra baixo na direção do ombro, ao cair no chão salta com velocidade se agarrando em seu braço esquerdo.”

Altair : “Me soltem seus vermes..AhhRG..voces vão ve humNGH hunNhgg hghh...”

Narrador : “A voz de Altair é interrompida, algo a estava atrapalhando, era Phantom que havia saltado e estava agarrado agora a cabeça do mutante rosnando ferozmente.”

Jeremy : *se sacudindo e segurando com força *

“ E agora Dipe? Estamos em vantagem, mas as descargas elétricas continuam logo cairemos denovo....”

Dipe : < Ahrgh > “ Aguente firme Jeremy....mais um pouco”

* alguém mais precisava estar aqui, para dar o golpe definitivo, ele está totalmente indefeso agora*

Narrador : “O mutante se sacudia tentando se soltar, mas os amigos o seguravam com tamanha força que as descargas elétricas começavam a perder sua intensidade, seus braços começavam a ganhar liberdade Aya e Kaydashi estavam perdendo suas forças, quando avistam no final da sala um das portas se abrindo e alguém entrar se apoiando nas paredes, estava bastante machucada e parecia enxergar com dificuldade, estava olhando na direção deles, mas parecia não entender o que acontecia.”


Dipe : “EI NIRAA !!”

Narrador : “O grito do amigo desperta a atenção da garota que parecia estar quase desmaiando novamente”

Nira : “Humn..Dipe ? Oh..estão todos aqui !!

* começando a entender toda a situação *

Jeremy : “Vamos Nira, agora é a sua vez ! < ArRGhh >

Dipe : “Sabia que ele te chamou de gatinha ? Vai deixar barato ? Haha” < Uhhrg >

Nira : “Ora seu chato * cabaleando* isso é hora de me falar uma coisa dessas ?

Narrador : “Nira tenta reunir forças, mas cada vez que o faz seus machucados parecem se dilatar causando-lhe mais dor”

Jeremy : “Não vamos conseguir Dipe, ela está muito fraca !!”

Dipe : * olhando confiante pra amiga *

Narrador : “Nesse momento Altair movimenta seus braços batendo-o com força nas grades fazendo com que Aya seja atingida nas costas, repete o movimento seguidas vezes e também com o braço onde Kaydashi estava.”

Aya : “AhhhHH Isso dóoi !!”
Kaydashi: “Hey..pára com isso ! * morde o braço do mutante * < AHHH também dá choque >

Narrador: “Vendo os amigos sofrerem desperta algo dentro de Nira, sua fúria começava a aparecer e seus cabelos começam a se elevar”

Dipe : * haha isso garota, você consegue *

Narador : “Nira cerra os punhos, e seus cabelos começam a se esbranquiçar e as listras negras voltavam a aparecer, seus machucados voltam a sangrar mas ela parece não sentir mais dor naquele momento”

Nira : “AHHHHH !!!” * corre na direção do mutante *

Altair : * ouvindo os gritos se aproximando ,sacode a cabeça derrubando Phantom no chão*
“ Mas o QUÊ ? Quem é essa garota ??”

Narrador : “Nira avança com velocidade começando a pegar impulso com o punho direito cerrado atrás dos ombros, seu grito ecoa por toda a sala. Ela então desfere seu soco no peito do mutante fazendo jorrar uma grande descarga de eletricidade, o golpe arremessa Altair longe e junto com eles seus amigos que o seguravam, antes de se chocarem contra a parede, cada um solta as partes que seguravam deixando o mutante receber todo o impacto do golpe sozinho.”

TRUMMPHHP !!!

“O mutante cai com os olhos virados pra cima, não lhe restavam mais forças e num ultimo gesto ele levanta sua cabeça e vê a garota à alguns metros a sua frente com o punho cerrado e alguns fios de eletricidade passando pelo seu corpo.”

Dipe : “NIRA !!” * se levantando *

Narrador : “O amigo corre até a garota, e enquanto se aproximava via seu corpo e cabelos voltarem ao normal, a garota olha pro amigo com um sorriso no rosto e desmaia em seguida.”

Dipe : * segurando o corpo de Nira antes de cair ao chão *

“ Oppa”

* olha pra Jeremy e faz um sinal de positivo com a cabeça *

Jeremy : * também se levantando *

“ Ei vocês, estão todos bem ??”

Narrador : “Ao olhar pra trás vê uma cena engraçada, Aya e Kaydashi estavam pendurados nas grades estáticos, ainda levavam pequenas descargas de eletricidades e permaneciam ariscos”

Kaydashi : “ Há..estamos sim !! < AUUL > * pelos se arrepiando *
Aya : “Está...tu tu tudo ok” * TZZzzT * < IHHK >

Narrador : “Jeremy vai até o corpo de Altair e se agaicha até ele”

Jeremy : “ Escuta, estamos lhe dando uma trégua, não vamos lhe prender pois acreditamos no potencial das pessoas, você pode usar seu poder pra fazer algo bom ao invés de ficar só causando problemas”

Narrador : “As palavras do espião pareciam entrar com facilidade na mente do mutante que evitava o olhar nos olhos”

Jeremy : “Se recupere e volte pra onde veio e não nos cause mais problemas ok ?”

Narrador : “Jeremy se levanta e dá as costas para o mutante indo na direção de Aya ajudando-a se soltar das grades”

Kaydashi : “Ei, e eu ? Ninguem vai me pegar no colo também ??”

Phantom : “AU AU !” * abanando o rabo *

Kaydashi : “AHH, você não seu pulguento, sai daí !!”

Narrador : “Phantom começa a pular, tentando agarrar o rabo de Kaydashi, enquanto isso Nira recobra novamente a consciência.”

Nira: < uh...> “ E ai, como me saí ?”
Dipe : “ Muito bem Nira, veja você mesma”

Narrador : “Ao levantar a cabeça, ela avista Altair caido ao chão ao fundo e seus amigos se aproximando sorrindo pra ela.’

Jeremy : “E então ? Vamos indo ? Provavelmente com um dos geradores destruídos, a cidade ficará sem luz por alguns dias, alguma coisas ficarão fora de controle, mas logo devem resolver esse problema”

Dipe : “Pois é, ao menos esse ai ficará longe por um bom tempo” * apontando para Altair *
Jeremy : “Também acho * olhando pro mutante com olhar confiante, torcendo para que suas palavras tenham sido ouvidas por ele *

Phantom : “Au Au Au” * sleept *

Nira : “ Uhh..sai daí cachorro, pára de lamber minhas feridas...sai sai”
· abanando a mão *


Dipe : “ Haha, venha Phantom, ele vai demorar um pouco até se acostumar com você” * fazendo carinho no cão *

Aya : “ Vem cá amiga, deixa que eu te ajudo a se levantar”
Nira : < hunf >

“ Ai ai..não me segura pelo meu machucadoo “ < grrr >

Todos : “Ahahaha”

Narrador : “Vendo que estes resolveram os problemas, os funcion[arios e guardas da usina se prontificam a ajudá-los oferencendo medicamentos e qualquer outro tipo de ajuda que precisassem, Jeremy telefona da usina para FATI reletando o que aconteceu, enquanto os demais recebem cuidados médicos até serem dispensados.

Guarda 1: “Parece que ainda falta mais um..”
Médico : “Como assim mais um ? Estavam todos aqui, até o cachorro foi tratado”
Guarda 1: “Aquele caido lá embaixo...não vamos ajudá-lo também ?”
Médico : “Ah, não sei meu caro, a policia já foi avisada e já deve estar lá embaixo para prendê-lo”

Narrador : “O guarda desce as escadas e corre até o local vendo uma série de policiais reunidos proximo ao local onde o mutante havia caido, ao se aproximar do local, percebe que além dos policiais, já não havia mais ninguem caído por lá.”



FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: História de todos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
História de todos
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Por que os animais supostamente "pré-históricos" eram gigantes ?
» As belas histórias dos PAPAS! (Santos Padres)
» M.D.C. - (todos os valores)
» Para os Mestres e todos os membros que se sentirem aptos para responder !!!
» A história do Papado - O que está por trás...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: História em conjunto :: História de todos-
Ir para: